Por que Dilma não se cala?

Quase 26 anos depois da queda de Collor, petista vem com a cascata de que a democracia brasileira “é muito jovem” para haver impeachment...

A presidente Dilma Rousseff participou de um café da manhã com os jornalistas e demonstrou, mais uma vez, que não tem nada a dizer, o que ajuda a explicar a situação de desalento da economia. Insistiu naquela que é a tese mais estúpida do petismo na crise política: a possibilidade de impeachment derivaria apenas do fato de algumas pessoas não gostarem dela. Não! Deriva dos crimes de responsabilidade que ela cometeu.

E veio com uma cascata que não encontra apoio da história: a democracia brasileira seria “muito jovem”, e um presidente perder um mandato poderia ter “repercussão negativa de longo prazo”.

Fato. O primeiro impeachment aconteceu há quase 24 anos. Tratava-se do primeiro presidente eleito depois da ditadura militar. Ele caiu, o vice tomou posse, a democracia se fortaleceu, fez-se o Plano Real. E o plano permitiu que até o PT chegasse ao poder.

“Por que Dilma não se cala?”, perguntaria aquele…

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s