Blogs e Colunistas

04/05/2012

às 7:07

Reportagem põe na boca de Serra o que ele não disse. Ou: A agenda do PT

O meu querido “Estadão”, que me ajudou, JÁ FAZ TANTO TEMPO!!!, a ser um liberal parece que está começando a flertar com o fim da liberdade religiosa. Não nos editoriais, claro! No noticiário. Título de um texto e chamada de primeira página chegam a ser espantosos.

Na capa do jornal, lê-se: “Serra defende igrejas no debate eleitoral”. Errado, mas ainda não absurdo. Este ficou para o título do texto assinado por Bruno Boghossian: “Serra defende atuação de igrejas na campanha”.

Na campanha???

Pois bem. Vamos, então, ler o texto que levou a uma coisa e outra:

Em processo de aproximação com líderes religiosos de São Paulo, o ex-governador José Serra (PSDB) afirmou que a manifestação das igrejas na campanha eleitoral é “legítima”. O pré-candidato tucano à Prefeitura disse que padres e pastores podem defender seus princípios, mas sem praticar uma “militância” formal.
Em entrevista exibida na madrugada de ontem pelo Programa Amaury Jr., da RedeTV!, Serra não citou nenhum tema presente na pauta de grupos religiosos, como aborto e homofobia, mas se disse “inteiramente aberto” a expor e dizer o que pensa.
“(Se) a pessoa tem uma religião e quer discutir princípios, é legítimo que o faça. Não são os candidatos que fazem a agenda. Quem faz a agenda são as pessoas”, disse. “Nós devemos respeitar e dar a elas o direito de se manifestar. Do contrário, seria autoritarismo.”
A entrada de igrejas em campanhas políticas ganhou peso após a eleição presidencial de 2010, quando grupos religiosos passaram a apoiar ou criticar candidatos. O PT acusa a equipe de Serra na época de instigar entre os evangélicos um voto contra Dilma Rousseff, eleita no 2.º turno.
O tucano afirma que sua campanha não desenvolverá “nenhuma batalha específica em relação às igrejas”, mas já começou a se aproximar de grupos católicos, evangélicos e judaicos.
Em conversas recentes com representantes de diferentes religiões, a equipe de Serra confirmou a avaliação de que o tucano tem vantagem sobre seus principais adversários: Fernando Haddad (PT) e Gabriel Chalita (PMDB).
Eles afirmam que Haddad sofre uma “rejeição gigantesca” de pastores evangélicos, sob acusação de ter autorizado a elaboração de um kit didático contra a homofobia para as escolas quando era ministro da Educação.
O time do PSDB acredita ainda que Chalita só deve ter aceitação dentro da ala carismática da Igreja Católica – à qual pertence.
Argumento.
Aos aliados, Serra justifica a abertura à manifestação de líderes religiosos como uma defesa da liberdade de expressão. “É legítimo que diferentes setores da sociedade se manifestem em defesa dos seus valores”, afirmou o ex-governador na entrevista. “Não vejo como questão propriamente de militância eleitoral.”
Os petistas classificam a aproximação entre Serra e as igrejas como “conservadora”, mas também vêm dialogando com padres e pastores.
Um dos responsáveis pela interlocução entre tucanos e grupos religiosos, o deputado Walter Feldman (PSDB-SP) afirma que não tem o objetivo de repetir os temas da eleição de 2010.
“A pior eleição que o Brasil já teve foi a anterior. Os temas foram levados para o campo da emoção e não houve um debate progressista”, disse.

Voltei
1 – Serra disse que padres e pastores podem defender seus pontos de vista, “sem praticar militância formal”.
2 – O tucano disse que é preciso respeitar o ponto de vista dos religiosos —”do contrário, seria autoritarismo”.
3 – Cadê as palavras que autorizam o título do texto e da chamada de primeira página? Trata-se, lamento, de uma tentativa de requentar uma acusação petista, segundo a qual a campanha do tucano insuflou os cristãos contra Dilma em 2010. Isso é apenas falso. E sei que é porque esse é um tema que acompanho de perto. O jornalismo, hoje, só cobre religiões pelo viés negativo. Ter uma crença é considerada coisa pior do que traficar drogas. A mobilização dos cristãos foi espontânea. A acusação de que era tudo coisa de tucano foi feita pela turma da Internet da campanha petista, comandada por aquele cabeludo esquisito, cujo nome esqueci.
4 – Para não “ganhar” esse título e essa chamada, o que tucano deveria ter dito? Deveria ter se manifestado contra o direito de voto aos crentes? Deveria ter atacado a liberdade religiosa? Deveria ter afirmado que é preciso proibir os cristãos de votar e debate?
5 – No caso dos “kits gays”, o que faz lá, Boghossian, aquele “sob acusação”? Por quê? Há alguma dúvida de que Haddad tenha autorizado a confecção do material?
6 – A frase de Walter Feldman, se é aquela, me é incompreensível. Serra está certo: os temas também são dados pelos eleitores. Se eles quiserem, ainda que o PT e a imprensa que lhe dá suporte não queiram, temas relativos a costumes voltarão a ser debatidos.

Mas isso é o de menos. As minhas perguntas técnicas permanecem:
a) Que parte da fala de Serra autoriza os dois títulos?
b) O que ele deveria ter dito para não ser objeto de tamanha distorção?

As palavras fazem sentido. Título de reportagem e chamada de primeira página, até onde a vista alcança, não podem ser pura interpretação.

Como sempre, ouço contra-argumentos com a maior boa-vontade. Desde que centrados no sentido que as palavras têm.

Arremato lembrando que os únicos, até agora, que decidiram discutir religião foram Fernando Haddad, Gabriel Chalita, Rui Falcão… Serra, na referida entrevista, só defendeu a liberdade religiosa. Será que ele deveria ser contra?

Por Reinaldo Azevedo

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

53 Comentários

  1. Fernando

    -

    10/05/2012 às 0:50

    O pior é ver a covardia do Walter Feldman ao dizer:”A pior eleição que o Brasil já teve foi a anterior. Os temas foram levados para o campo da emoção e não houve um debate progressista”.
    -
    Ora, poxaaaaaaa!
    -
    Se foi o próprio PSDB o beneficiado, se foi o próprio PT quem incitou tal debate, por que não confrontar?
    -
    Covarde!

  2. Zirongo

    -

    06/05/2012 às 19:25

    Ilusionismo cretino em duas frentes. Se no varejo é contra o Serra, no atacado é contra o cristianismo, ao tentar reforçar a visão autoritária e excludente de que, por alguma razão sem razão, os religiosos tem de ser sujeitados a contenção de suas atuações, opiniões, posicionamentos e manifestações que não ferem nenhuma lei.
    Já os petistas e cristófobos podem se organizar e agir com toda a liberdade, até para trabalhar empenhadamente contra nossa liberdade. Como são abusados e cara-de-pau!
    A liberdade política é para todos, claro, e a própria Constituição veta discriminação. Ah, a militância é livre, seja informal ou formal — o que quer que isso signifique.
    O estado não é ateu, cristófobo nem petista (ou não deveria ser…) e ainda temos muito que lutar pela separação entre estado e PT.
    Quem sabe, talvez pudesse ser crime previsto em lei, isto sim, trabalhar ativamente para restringir a liberdade de expressão, pensamento e religião. Aí, os que querem censurar a imprensa e os que querem perseguir o cristianismo estariam agora sujeitos a devido processo legal e penas. Merecer, merecem.

  3. Seu fã

    -

    05/05/2012 às 9:59

    É por isso que defendemos o marco regulatório da mídia. Temos que acabar com o poder dessa imprensa marrom que só defende os petralhas. Globo, Estadão, Folha, Veja. Tem que diluir tudo. Regionalizar, acabar com o oligopólio. Antes que eles mantenham no poder esses analfabetos de carteirinha.

  4. M

    -

    04/05/2012 às 23:08

    Uma oferta de 30 dias grátis de recebimento do jornal em pauta com um boleto para eventual continuidade de assinatura.
    Que nojo! 99% de BESTAS-JEG esquerdalhas. O boleto foi para o lixo.

  5. Sergio Santos

    -

    04/05/2012 às 22:37

    Mais um que vai viver do soldo do PT.

  6. Heloisa Bizzo

    -

    04/05/2012 às 19:57

    O Serra é uma pessoa do bem!!! Sujeito tranquilo, educado, gentil, democrata e muito lúcido!!! Estive com o candidato a prefeitura de SP a dois dias atras e ele realmente me surpreendeu em vista da quantidade de pessoas que o satanizam, que põe palavras em sua boca, que fazem piada de mal gosto com fotos suas no Facebook. A gente acaba achando que ele representa o mal!!! Realmente tem uma quantidade de gente enorme na internet a serviço de PT para denegrir sua pessoa!!! No bastasse a mídia!!!

  7. Paulo Silva

    -

    04/05/2012 às 19:23

    Tá na cara que é mais um integrante do “nebuloso mundo JEG”, aquele mundo cão e imundo regido pelo Partido das trevas (PT), onde não faltam BESTAS. Todos sob o “centralismo democrático” do “Big” PIG(Petralha Incorrigível e Ganancioso). Ao jornalista, autor do texto, lhe desejo uma longa vida jornalística na Coréia do Norte, em Cuba, no Vietnam, na China ou no Raio Que o Parta, desde de que não contribua para que eu perca minha liberdade de expressão. PS: ACORDA ALCKIMIN,SERRA,AÉCIO, KÁTIA ABREU, ACM NETO E OUTROS! de “bonzinhos educados” o inferno “tá cheio”!

  8. Vales

    -

    04/05/2012 às 18:14

    Caro RA . Teve um indivíduo num programa de televisão dizendo que São Paulo não é referência para nada, por consequência José Serra, Alckimin, Kassab que estão trabalhando pelos Paulistas. Exemplo e referência para esse velho, Fernando Haddad, Gabriel Chalita e outros é o Rio de Janeiro e seu governador, Cabral/Delta/ e suas festanças em Paris, que ao meu ver já estão demorando muito para serem responsabilizados pelos fluminenses e cariocas, visto que o próprio governador alegou que as viagens foram em caráter oficial, com quatro secretários e o proprietário da Delta, e os videos e fotos mostram exatamente o contrário.Abs.

  9. Democracia Vacina Anti-Petralha

    -

    04/05/2012 às 17:56

    O ESTADÃO ENTROU NO MESMO CAMINHO DA FOLHA DE SP E JÁ PENSO EM CANCELAR A MINHA MAIS ANTIGA ASSINATURA DO ESTADÃO POR SERVIÇOS PORCOS E RELAÇÃO AS PAUTAS EM NADA ISENTAS COMO ERAM ANTES E POR ISSO DEVE PERDER GRANDES ASSINANTES QUE NÃO GOSTAM DE LER PAUTA MANDADA .

  10. Democracia Vacina Anti-Petralha

    -

    04/05/2012 às 17:54

    O PETISMO ADORA E AMA MUITO O SERRA QUE VIVE QUERENDO ASSESSORA-LO EM SUA AÇÕES POLÍTICAS E FAZEM A SUA PAUTA EM TODAS AS ELEIÇÕES QUE SERRA PARTICIPA E COMO SERÁ OS PRÓXIMOS DOSSIES QUE O PETISMO VAI ARRUMAR ,COM A CPI DO CACHOEIRA VAI FICAR ESTRANHO UTILIZAR OS SERVIÇOS DA QUADRILHA PETRALHA ,PORQUE COM CERTEZA VÃO ESTAR EM GRANDE EVIDÊNCIA E O TAL DOS FABRICANTES DE DOSSIES ESTÃO TODOS ENROLADOS ATÉ O PESCOÇO E O APEDEUTA TEM MUITOS TÍTULOS NOVOS PARA RETIRAR E VAI GASTAR SOLA E O HADDAD JÁ ESTÁ MORTO ANTES DE COMEÇAR E NÃO CRESCE NEM COM REZA BRAVA E O LULA JÁ LARGOU MÃO ,PARA NÃO SE SUJAR MAIS DO QUE JÁ TÁ E O HADDAD FICA FRITANDO BOLINHO DE CHUVA PARA ARRUMAR O QUE FAZER ,BRASIL INTELIGENTE NÃO VOTA EM PETISTA E SALVA O BRASIL DOS OPORTUNISTAS DE PLANTÃO. SAMPA É SERRA 45

  11. UNK

    -

    04/05/2012 às 17:44

    Reinaldo e amigos,

    quanto ilusão…já cancelei minha assinatura do Estadão!!
    eles entraram na BESTOFERA….tem um monte de foquinha apoiando o bonitão do Haddad!!!
    agora não me estresso mais com estes fedelhos!!

  12. Zilah Luna

    -

    04/05/2012 às 17:22

    EU NÃO PERCO MAIS O TEMPO LENDO O ESTADÃO, SÓ FAZ ELOGIOS AO PT, PARECE QUE A VIOLÊNCIA SÓ EXISTE EM SÃO PAULO, NA BAHIA GOVERNADA PELO PT A VIOLÊNCIA AUMENTOU BASTANTE, NÃO VEJO NO NOTICIÁRIO.

  13. Tuca

    -

    04/05/2012 às 16:44

    Ontem o estadão publicou uma reportagem em que o prefeito de Santo André está sendo acusado por algo referente ao meio ambiente.O prefeito se não me engano é do PTB, mas colocaram o nome do Alckimin na chamada dizendo ser seu “aliado”.

  14. Cagliostro

    -

    04/05/2012 às 16:39

    Com a saida dos Mesquita, o Estadão nunca mais será o mesmo! Cagliostro

  15. Angelo

    -

    04/05/2012 às 16:36

    Senhores,bem se vê que o jornalista em questão,já está
    “petrificado”e já começa distorcendo as palavras,é, pelo
    que parece a sujeira começa a despontar devagarzinho.

  16. Veronica Maldonado

    -

    04/05/2012 às 16:04

    Não me canso de dizer que enquanto não vem a deshadatização, para acabar com esses 3% de petralhas que existe na grande sao paulo, o estado e todo o país sofrem as endemias causadas pelas viroses parasitárias que os acomete e impregna malcheirosamente a qualidade de vida neste país, pois Nunca neste país se viu tantos malfeitos impunes, cometidos a luz do dia por meio de instituições aparelhadas. Até quando aguentaremos ateus e devotos de mamom contra cristãos, judeus, budistas etc. É desproporcional o poder de contaminação desses altamente periculosos 3% que podem manipular a maquina federal e de alguns dos principais municípios paulista.

  17. -

    04/05/2012 às 15:40

    O que eu sempre digo, a imprensa é responsável por toda essa bandalheira que está acontecendo!
    Ela manipula, esconde, omite, distorce…

  18. Rocha

    -

    04/05/2012 às 15:40

    O que o jornal O Estado de São Paulo quer? Rebaixar-se ao nível infernal da Folha?
    Francamente!

  19. RASPUTIM

    -

    04/05/2012 às 14:57

    Serra tem que fazer campanha para salvar as baleias, micos leão dourado, Ornitorrinco e preguiça de colar.

  20. santanowiski - SP

    -

    04/05/2012 às 14:57

    Nem todo mundo sabe que o Estadão rompeu com seu passado liberal depois que foi vendido, por razões de dissensões internas da família Mesquita. Resta somente o velho Ruy Mesquita comandando a parte editorial, o que, obviamente, um dia também acabará. Os novos administradores do jornal resolveram “atualizar” a linha ideológica para aumentar as receitas. Sei não. Pelo que percebo, esse rompimento com um passado tão rico e respeitável, admitindo Brunos Boghassian e outros notórios escribas a serviço do PT, parece muito temerário: assim como eu, conheço muita gente que abandonou o Estadão, inconformado com a queda de qualidade e seu tendencionismo neomarxista. Uma lástima. O Estadão decerto terá o mesmo destino do JB.

  21. Moacyr

    -

    04/05/2012 às 14:44

    Veja essa. Assim foi publicado no site Adnews. Àqueles que se contentam com o título, foi dado o recado.
    “SITE RELIGIOSO É MAIS PERIGOSO QUE O PORNOGRÁFICO, DIZ ESTUDO”
    03 de maio de 2012 • 13h58
    Os sites de pornografia são vistos como os mais perigosos ambientes virtuais quando o assunto é vírus. Porém, não é isso que revela uma pesquisa da Symantec. Segundo estudo, os endereços campeões neste quesito são os religiosos.
    Em média, há 115 ameaças encontradas em cada site religioso acessado. Já os pornográficos possuem 25. Os falsos antivírus são os principais problemas em sites de conteúdo relacionado à religião.
    Consta no relatório que, das páginas pornográficas, 2,4% das analisadas pela Symantec estavam infectadas. Além disso, 19,8% dos blogs apresentaram riscos ao computador do usuário.
    No ano passado, ocorreu aumento de 81% nos ataques pela internet. Uma média de 4,5 mil empresas. Ao todo, forma enontrados cerca de 10 mil sites invadidos por dia em 2011. Enquanto isso, a quantidade de spams caiu em torno de 13%.
    – Com informações do UOL Tecnologia–

  22. Sandro Jimenez

    -

    04/05/2012 às 14:24

    Quem esta trazendo este assunto para a agenda, mais uma vez, não é o PT

  23. giselle

    -

    04/05/2012 às 14:16

    Nos editoriais também senhor Reinaldo, o Estadão mostra preconceito contra o pensamento religioso. Veja este editorial de 29 de abril: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,uma-proposta-de-estarrecer-,866762,0.htm.
    Os 7% de ateus que compõem a população brasileira querem promulgar uma ditadura de pensamento.

  24. anonimis

    -

    04/05/2012 às 14:05

    Colhido na internet:

    FRASE DE 1920…

    Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa:

    “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;
    quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada”.

  25. PARTIDO - PÊQUEPÊ

    -

    04/05/2012 às 13:53

    AGORA CORRIGIDO
    .
    CARISSIMO REINALDO,
    .
    FUGINDO UM PUQUINHO DO ASSUNTO, MAS NEM TANTO …
    . SERA QUE O SERRA E O ALKIMIN SABEM QUE ESTAO PETRALIZANDO A TV CULTURA ? É FACIL VER PETRALHOIDES DANDO SUAS OPINIOES POR LA SEM SEREM INCOMODADOS POR OPINIOES CONTRARIAS… NAO TEHO CERTEZA , MAS ACHO QUE OUTRO DIA O TAL DO SAFATLE ESTAVA LA DANDO SUAS OPINIOES REACIONARIAS E ENGAJADAS , DE ACORDO COM A NOVA DITADURA DO PENSAMENTO E SUA PATRULHA. NAO SEI SE ERA ELE, MAS DE QUALQUER FORMA, TODOS OS DIAS TEM UM OU DOIS SHOWZINHOS PETRALHOIDES POR LA
    .

  26. PARTIDO - PÊQUEPÊ

    -

    04/05/2012 às 13:51

    .
    CARISSIMO EINALDO,
    .
    FUGINDO UM PUQUINHO DO ASSUNTO, MAS NEM TANTO …
    . SERA QUE O SERRA E O ALKIMIN SABEM QUE ESTAO PETRALIZANDO A TV CULTURA ? NAO É FACIL VER PETRALHOIDES DANDO SUAS OPINIOES POR LA SEM SEREM INCOMODADOS POR OPINIOES CONTRARIAS… NAO TEHO CERTEZA , MAS ACHO QUE OUTRO DIA O TAL DO SAFATLE ESTAVA LA DANDO SUAS OPINIOES REACIONARIAS E ENGAJADAS , DE ACORDO COM A NOVA DITADURA DO PENSAMENTO E SUA PATRULHA. NAO SEI SE ERA ELE, MAS DE QUALQUER FORMA, TODOS OS DIAS TEM UM OU DOIS SHOWZINHOS PETRALHOIDES POR LA
    .

  27. Roda Viva DECADENTE

    -

    04/05/2012 às 13:51

    … A verdade é que o jornalismo anda tão viciado pelo petismo que dá nojo de ler matérias nos jornais e revistas, bem como, nos seus respectivos sites…….para escrever essas babaquices jornalistas não precisa de diploma, nem de primeiro grau……….

  28. Olegário

    -

    04/05/2012 às 13:45

    O fato é que o tucano não vai poder usar punhos de renda contra esta turma. Se assim for, vãi apanhar do começo ao fim!

  29. pedrao

    -

    04/05/2012 às 13:39

    Essa CPI mista veio no momento propício. A petralhada do BESTA-JEG , fariseus à soldo, regados a dinheiro público, estimulada pelo baderneiro-mór e pelo chefe de quadrilha, estavam todos, com seus estilingues e suas fundas ,voltados para a candidatura Serra, em São Paulo.
    O desespero abateu-se sobre o o governo ,sobre o PT, sobre o Zé Caroço e sobretudo,sobre o decrépito apedeuta cascateiro, quando se percebeu o tiro no pé,com as revelações do caso cachoeira.
    Em ordem unida, os excrementos do BESTA-JEG tiveram que redirecionar seus “pums” para salvar a pele da petralhada.
    E deixaram ,por enquanto, o Serra em paz!!!

  30. Aldo Matias Pereira

    -

    04/05/2012 às 13:39

    Reinaldo,
    Mesmo que Serra tivesse dito o que sugere a manchete e a chamada, qual o problema? Seria apenas sua posição e ninguém tem nada com isso. Ainda que sendo ele o homem público que é. Agora, quem é que trabalha a Igreja e todas essas seitas que andam por aí? Quem são os responsáveis pela existência do pt e seus asseclas? Certamente não são aqueles tais arautos do estado laico, né!

  31. celia pereira

    -

    04/05/2012 às 13:14

    Há mais de 1 ano que não compro o Estadão, de vez em nunca acesso alguma notícia lá.

    Ou o Jornal está contratando “jornalistas” analfabetos funcionais, ou está contratando gente mentirosa, que não se atem aos fatos e reporta da forma como eles aconteceram.

    Eu heim, estou fora!!!

  32. Sérgio Barros

    -

    04/05/2012 às 13:12

    Acho que é preciso insuflar os cristãos contra o petismo sim, pois esquerdisto é completamente oposto ao cristianismo. Logo, se você é cristão, não vote em esquerdismo. É tão simples.

  33. Ratoeira

    -

    04/05/2012 às 12:11

    Eu já disse e repito: essa imprensa é VAGABUNDA e está COOPTADA pelo PT! Que vergonha! E os CALHORDAS do JEG vem querer falar de “mídia golpista”. Vagabundos!

  34. Airton

    -

    04/05/2012 às 11:39

    Como sempre , o único pensamento religioso aceito seria dos freis : Leonardo Boff , Betto e David Raimundo dos Santos .

  35. Joel Miranda

    -

    04/05/2012 às 11:31

    Reinaldo

    Manchete da Folha: “Dilma corta ganho da poupança”,
    pergunto, isto não seria também uma agenda para Serra?

  36. Sandro Coelho

    -

    04/05/2012 às 11:27

    Realmente, Reinaldo. Houve tentativa de de fazer sensacionalismo com o título da matéria. É a máquinas facista dos petralhas em ação,sempre trabalhando na surdina, típico deste tipo de politicagem. Serra queria outro tatramento? E o discurso do Aécio insinuando que Serra pode sim ser candidato a Presidente? Serve a quem? Deixo meu recado:tenha certeza
    José Serra, voc~e é único capaz e tem condições de nos livrar dos PTralhas. DEUS te ilumine e guarde!!!!

  37. anônimo

    -

    04/05/2012 às 11:26

    Eu Serra é corretamente liberal, como convém a um político.Não pode.Ou ainda não perceberam que isso é que incomoda? As viúvas de Stalin querem o Estado ateu.

  38. Renata

    -

    04/05/2012 às 10:50

    Não acho que essas distorções sejam propriamente intencionais. Acho que a falta de compreensão é por tapadice mesmo: coisa de gente que, no dizer antigo da minha terra, “se cair de quatro sai pastando”. Um modo também politicamente incorreto de dizer gente BURRA. Ou, no modo politicamente mais correto, gente à qual faltou comida ou proteína na primeira infância, pra formar e conectar devidamente os neurônios.

  39. balato

    -

    04/05/2012 às 10:33

    Aliás, é triste constatar que o outrora respeitado e independente Estadão se desvirtuou completamente e se tornou apenas um pasquim petralha.

  40. gilberto sp

    -

    04/05/2012 às 10:11

    Olha Tio Rei, está dando nojo de ler o estadão on line, a impressão que se tem é que não há um chefe de redação, não se trata de censurar artigos, mas de que sejam publicados artigos não tendenciosos, a redação do estadão está minada de petistas de baixo nível, se é que isso não seja um pleonasmo.

  41. ClaudioM

    -

    04/05/2012 às 10:06

    O Estadão hoje parece tablóide de sindicato. Será que não rolou um empréstimo do BNDES em troca de apoio?

  42. Marco Antonio (Curitiba - PR)

    -

    04/05/2012 às 10:05

    É, Reinaldo… Nem a multimistura, que tantas crianças salvou neste país, escapa. Leia atentamente esta sandice:

    http://www.istoe.com.br/reportagens/2931_A+VITORIA+DOS+ENLATADOS

    Agora só falta dizer que devemos preferir os produtos da Nestlé e da Procter et Gambler porque a multimistura é promovida pela Pastoral da Criança e, sabemos, “o estado deve ser laico”.

  43. nana

    -

    04/05/2012 às 9:53

    Os jornais contam com a educação ruim que o PT tratou de implantar à população e trapaceiam nos textos. Uma das coisas mais revoltantes é ver profissionais da informação prostituídos, fundo do poço.

  44. Sandra

    -

    04/05/2012 às 9:44

    Esse tipo de artifício no jornalismo parece totalmente normal, uma vez ajudando o meu filho na elaboração de uma redação, no livro usado pela escola, comentava sobre as várias formas de se dar uma notícia, e as maneiras em que o jornalismo usava o título da notícia para chamar atenção do seu leitor. Tenho observado em várias notícias publicadas, principalmente na internet que os títulos são usados somente para chamar atenção, quando se lê a notícia verificamos que o título nada tem a ver com o texto. Antigamente, eu parava nas bancas somente para ler as manchetes, já que não ia comprar os jornais, hoje, portanto, não posso mais fazer isso, se eu quiser saber o que está acontecendo tenho que ler a notícia inteira e repetir em algumas delas a leitura, para poder fazer meu próprio juízo.

  45. Luiz Fernando

    -

    04/05/2012 às 9:30

    Prezado Reinaldo, parto do princípio que está totalmente fora de questão e de discussão esse assunto: Se padres, pastores, monges budista, pai de santo, ou qualquer outro religoso pode ou não participar do debate polítco. A constituição, e os princípios fundamentais do direito do homem dá todas as garantias para QUALQUER CIDADÃO participar do debate político, com execção do militares da ativa.
    O que significa ” mas não praticar uma militância formal ” ? Não entendi absolutamente nada, e gostaria que alguém me explicasse o que vem a ser isso. Outra pergunta: Se Dom Odílio Scherer resolver se manifestar, de que forma o Serra acha que é legítima ? Se ele se apresenta como Cardeal de São Paulo e afirmar que seus princípios estão baseados na Bíblia ele estará praticando ” miltância formal ” ? Ou, ainda, se um grupo de católicos criar o Partido Católico Apostólico Romano e convidar o Padre XYZ para se candidatar a vereador, isso – na opinião do Serra – seria permitido ?
    É incrível a postura do Serra e desse pessoal do PSDB, dão uma no cravo e outra na ferradura. Ficam no meio do caminho querendo agradar a gregos e troianos, ao estilo do saudoso Gastone Righi no seu voto do impechement do Collor: ” Sou contra, mas me abstenho”.
    Se lembro muito bem, o Serra, então deputado federal ou senador, na TV Globo dizendo ao vivo: ” O plano é bom, é coerente, mas precisa de ajustes”. Se o plano é bom e é coerente então porque precisa de ajustes ? Ajustar o que ? Se precisa de ajuste, então pelo menos não é coerente. A propósito ele estava falando do Plano Collor.
    Caro Reinaldo, se a alternativa ao PT for o PSDB, então o PT pode dormir tranquilo, que desse mato não sai coelho.

  46. fernando

    -

    04/05/2012 às 8:58

    Eu falei aqui da manchete do Estadão alardeando o aumento da violência em São Paulo e declarando textualmente que ela tinha atingido níveis de epidemia.
    Lendo o texto explica que o índice ficou em 10,16 por 100mil habitantes, portanto 0,16 acima do que a ONU preconiza.
    Dora Kramer essa semana já não contabiliza a derrota de Haddad, porque interlocutores petistas afirmam que “a derrota não significa grande coisa além de uma mudança temporária de planos”. Lula dá um dedaço, perde mais uma em São Paulo e a maior colunista do melhor jornal do país já vai preparando o terreno, pro PT sair bem no final.
    Minha assinatura do Estadão expirou faz um mês e não foi renovada.
    Lamentável as escolhas que a imprensa livre faz no Brasil.

  47. Ataíde

    -

    04/05/2012 às 8:22

    A BESTA está solta.

  48. Reis

    -

    04/05/2012 às 8:21

    Isso é muito comum no jornal O Estado de São Paulo. O caderno de Metrópole só faltava sair com uma capa vermelha. Fica a impressão de que os jornalistas trabalham segundo seus próprios critérios. No caso apresentado, o leitor que não está interessado na matéria só lê o título. E os jornalistas sabem disso. A manipulação da notícia contra o candidato é evidente.

  49. Romeu

    -

    04/05/2012 às 8:17

    É Marcelo Branco, o cabeludo com cabelo branco. Ridículo!

  50. Sandra

    -

    04/05/2012 às 8:15

    Eles acham que, com isso, Serra perde votos?
    Não sei se esses senhores sabem, mas a maior parte das pessoas é religiosa e está sentindo que seu direito à existência está sendo cassado.

  51. anonimo

    -

    04/05/2012 às 7:49

    PARABENS ESTADAO !
    A CONTINUAR ASSIM, COM UMA REDAÇÃO DE ESQUERDINHAS DEBILOIDES, AINDA ACABARAS NUM LUPANARIO QUALQUER DA BARAO DE LIMEIRA ONDE COM A CARTEIRINHA DO PARTIDO, QUALQUER MATERIA TEM EM SUAS ‘RELAÇÕES’ DESCONTO DE 10% !

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados