A “luta de classes” já havia chegado ao Pinheirinho comandando pelos leninistas… E os “burgueses” eram os… leninistas! Aqui, o depoimento de um morador que pagava taxa para a milícia ideológica

Publiquei  aqui na segunda-feira um post intitulado “VOCÊ NÃO VERÁ NA IMPRENSA POLITICAMENTE CORRETA – Pinheirinho era dominado por milícia ideológica que cobrava taxa de moradores e comerciantes”, em que se lia, por exemplo: “A área estava submetida a um rígido controle, como direi?, ideológico. Tudo ali tinha preço. Para morar no Pinheirinho, era preciso pagar […]

Publiquei  aqui na segunda-feira um post intitulado “VOCÊ NÃO VERÁ NA IMPRENSA POLITICAMENTE CORRETA – Pinheirinho era dominado por milícia ideológica que cobrava taxa de moradores e comerciantes”, em que se lia, por exemplo:
“A área estava submetida a um rígido controle, como direi?, ideológico. Tudo ali tinha preço. Para morar no Pinheirinho, era preciso pagar uma taxa aos “donos do pedaço”, uma espécie de adesão de caráter político, entendem? E variava de acordo com a área, a qualidade do barraco, essas coisas. Não era exatamente um aluguel, mas uma espécie de taxa de “condomínio (…) Os comerciantes também precisavam pagar uma ‘taxa’ de administração aos leninistas que administravam aquele conjunto – no mínimo, R$ 500. E, vejam que coisa!, nunca o Ministério Público se interessou por isso. Era uma forma de milícia, evidentemente, só que com horizonte redentor. Basta colocar os repórteres para ouvir, e a verdade virá à tona.”

Foi uma gritaria desgraçada. “Está demonizando os movimentos sociais!” Pois é… Vejam agora este filme. Volto em seguida:

O tal Marrom é diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São José, como sabem, embora não atue mais na área. Também é membro do PSTU, que é quem mandava no Pinheirinho, com os métodos que vê. Alguns bobalhões me diziam: “Prove! Prove!” Pois é. Quem pagava a taxa-leninismo fala por mim…

Ah, sim: aquela tal Helena Silvestre, a que mentiu à TV de Chávez denunciando mortos no Pinheirinho, afirmou num congresso que ela não quer só moradia, não. O objetivo é acabar com o capitalismo.

Como a gente nota, a luta de classes já havia se infiltrado no Pinheirinho… Já afirmei naquele post sobre Lula e seu fotógrafo: espere tudo de um esquerdista, menos que ele viva segundo a disciplina que pretende impor aos outros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Se procurarem mais um pouco, vão encontrar vereadores e outros larápios poderosos tungando o dinheirinho dos menos favorecidos, fora PTralhas.

    Curtir

  2. Comentado por:

    aparabéns, Reinhaldo. Estamos com vc.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Abreu

    .
    Bingo! CQD.
    .

    Curtir

  4. Comentado por:

    Cil

    Ora, perguntar não ofende. Se o objetivo da petralhada é acabar com o capitalismo, que tal o defunto e sua família socializaram a grana ganha com negociatas? Olha aí uma boa oportunidade para o redentor ajudar as pessoas do pinheiro! Com a grana que ele tem dava pra construir e mobiliar várias casas para essa galera. Ah, e já que ele é tão socialista, devia, já que não quis ir se tratar no SUS, pagar o tratamento de doentes de câncer no sírio libânes, afinal socialista tem que socializar tudo.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Angelo

    Senhores,a podridão politica chegou ao Pinheirinho,os
    esquerdopatas nojentos,fizeram daquele pedaço um”Feudo”,
    para se locupletarem com desgraça dos infelizes moradores
    e porque o Ministério Público nunca se interessou em saber
    dos fatos?uma pergunta que não quer calar!,e porque só
    agora depois de 8 anos,de gatunagem,em 6 meses a lei foi
    posta em evidência para se fazer a reintegração de posse.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Lutring

    As ligas camponesas voltaram, sob a égide do governo corruPTista.
    E ainda querem dizer que vivemos numa democracia. Só se for democracia dos corruptos…cada um tem seu turno de ladrão.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Marcos Biancardi

    Mais do mesmo. Sempre foi assim nos tais movimentos de invasões e de moradia. Na década de 70 e 80, participei um tanto de longe, mas o suficiente para me enojar com amigos que tiveram sua boquinha agradável na obtenção de terras e espaços invadidos. Eram ladrões, a maioria deles pertencentes à classe média à época, estavam infiltrados nos tais movimentos populares. Todos esquerdosos e profundamente imbuídos de sentimentos de salvadores do mundo como motivação por onde esconderem-se na prática de suas ânsias socialistas. Eu que os conhecia de perto e muito perto, sabia que eram apenas vigaristas renomados. Canalhas mais claramente!

    Curtir

  8. Comentado por:

    Kaos

    Reinaldo, quem sabe você não consegue que a Veja faça uma reportagem enfocando o que está acontecendo a olhos vistos do Governo do RS (Tarso Genro)e da população da serra gaúcha, na região do viaduto que fica na cidade de Caxias do Sul em direção à cidade de Farroupilha, em um cruzamento de duas Rodovias Estaduais.
    Está acontecendo, na BEIRA destas rodovias e arredores, uma verdadeira INVASÃO com centenas de CASEBRES, já com montanhas de lixo acumuladas, carros velhos, etc.
    Já tem até um bar e ao redor travestis ganhem o seu pão do dia a dia. E é claro, já está instalada no meio daquela imundície, uma IGREJA EVANGÉLICA em um casebre, perto de um posto de de combustível. E esta é uma região turística, vem aí a Festa da Uva. De quem são estes terrenos? Onde o governo estadual vai esconder todo este pessoal??? A situação já é pavorosa !!!

    Curtir

  9. Comentado por:

    Oiram

    Isso é a esquerda brasileira, ladrões e corruptos que não trabalham e vivem na teta do estado ou explorando alguém.

    Curtir