Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF encontra relógio Louis Vuitton na casa de procurador preso

Ele recebia 50 000 reais por mês em propina

O procurador Ângelo Goulart Vilella, comprado por Joesley Batista para passar informações privilegiadas do Ministério Público, nutria um apreço especial por adereços de alta categoria.

Durante a busca e apreensão feita na casa de Vilella, em Brasília, a Polícia Federal recolheu um carnê de pagamento da H.Stern e um relógio da marca Louis Vuitton, na caixa. Um luxo!

Esses acessórios da famosa marca francesa podem valer coisa de 20 000 reais, o que, convenhamos, não passa de um troco para quem embolsava uma mesada de 50 000 reais de propina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. José Carlos Lopes de Oliveira

    E eu, que trabalho o dia inteiro, não tenho nem aquele reloginho que muda de cor com o sol, encontrado nas caixinhas da sorte nas rodoviária.

    Curtir

  2. Nathan Khornnes

    Nao seria um Louis Vuitton, Made In Chinatown of New York City?

    Curtir