Sem promoções

Aparentemente, a Anatel fechou mesmo a porta das agressivas promoções das operadoras de celular. Depois do imbróglio da TIM, Claro e Vivo apresentaram à agência nos últimos dias suas promoções para as vendas no período do Natal. A Anatel sinalizou que, se as promoções ganharem as ruas, serão suspensas, exatamente como aconteceu com a TIM. […]

Sem promoções

Aparentemente, a Anatel fechou mesmo a porta das agressivas promoções das operadoras de celular. Depois do imbróglio da TIM, Claro e Vivo apresentaram à agência nos últimos dias suas promoções para as vendas no período do Natal.

A Anatel sinalizou que, se as promoções ganharem as ruas, serão suspensas, exatamente como aconteceu com a TIM. Evidentemente, nenhuma companhia moverá uma palha.

A propósito, mesmo levando ferro da Anatel as operadoras não se unem. O SindiTelebrasil, entidade que reúne as grandes do setor, tentou votar um texto mostrando preocupação com a inédita medida da Anatel de suspensão preventiva de uma promoção.

A Oi e (obviamente) TIM votaram a favor. Vivo e Claro votaram contra. Ou seja, a disputa entre operadoras ainda á maior do que a briga delas com a Anatel.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Luis Henrique

    Por um lado, acho responsável a medida da ANATEL de evitar aumento do tráfego das operadoras e, consequentemente, queda de qualidade para os consumidores. Mas só isso não basta. Não seria mais produtivo incentivar (exigir?) aumento de investimentos na infra estrutura para justamente garantir o aumento do tráfego sem prejuízo ao consumidor?

    Curtir

  2. Comentado por:

    Sergio Santos

    Isso até elas levarem ferro geral desse governo. Anatel uma ova…

    Curtir

  3. Comentado por:

    Fábio

    Por que será que a Anatel se esforça tanto pra proteger os consumidores das operadoras de telefonia móvel? Porque quem trabalha lá também é consumidor e com certeza sofre com o péssimo serviço prestado pelas operadoras.
    Se os políticos fossem obrigados a utilizar os serviços públicos de saúde e a matricular seus filhos em escolas públicas, aí sim teríamos o retorno dos (altos) impostos que pagamos.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Antonio Durão

    E alguém acha que a ANATEL funciona???
    Ou espera alguma coisa do judiciário???
    Anote aí: ESSAS OPERADORAS FAZEM O QUE QUEREM!!!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Rubens

    Concordo plenamente com o Luiz Henrique, a ANATEL deveria exigir das operadoras investimentos na infraestrutura e consequentemente poder oferecer boas promoções e melhor serviços.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Nathan

    A ANATEL e o governo estão tentando acabar com a livre concorrência como faz com o Petróleo e quem sabe estatizar a telefonia mais uma vez. E quem se lembra de como era a telefonia estatal aí??? Uma beleza né…

    Curtir

  7. Comentado por:

    pedro cardoso

    Não sabia que na “imparcial”, “poderosa” e “moderna” Veja, os jornalistas pudessem se manifestar através de termos tão chulos. “Meter o ferro” é de doer… Acorda gente, não demora e vocês vão perder até mesmo os mais fanáticos assinantes. ACORDA porque com o Haddad terminará a boquinha de vender suas relevantes revistas para as escolas públicas.

    Curtir

  8. Comentado por:

    Robert

    Deve ter alguma ratazana mal alimentada na Anatel aguardando receber muitas cestas de Natal das operadoras, para só então o povinho ovelha poder pagar um pouco menos por um dos serviços mais caros do mundo, as usual.

    Curtir