Pirâmide e plágio

Como se não bastasse a acusação do MP por prática de pirâmide financeira, a Telexfree, empresa que presta serviços de telefonia pela internet, plagiou sua marca, um desenho com faixas coloridas, do BWF World Champions, um campeonato de badminton que aconteceu há três anos em Paris. A empresa nem se deu ao trabalho de trocar as cores das dez […]

Semelhanças que não são meras coincidências

Semelhanças que não são meras coincidências

Como se não bastasse a acusação do MP por prática de pirâmide financeira, a Telexfree, empresa que presta serviços de telefonia pela internet, plagiou sua marca, um desenho com faixas coloridas, do BWF World Champions, um campeonato de badminton que aconteceu há três anos em Paris.

A empresa nem se deu ao trabalho de trocar as cores das dez faixas que compõem a logo. Apenas duas, em tons de amarelo no símbolo do campeonato de badminton, foram coloridas de verde e azul pela Telexfree, que divulgou ontem um vídeo em que anuncia a alteração de sua marca.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s