Inquérito arquivado

O Ministério Público do Rio de Janeiro decidiu arquivar a investigação sobre o apoio dado pelo PTN à reeleição de Eduardo Paes (Mais detalhes em Encrenca para Paes). O MP abriu investigação após o presidente do PTN, Jorge Esch, aparecer em um vídeo com correligionários dizendo que decidiu apoiar Paes porque ganharia um milhão de […]

Imagem da reunião com o PTN: Paes, Esch, Pedro Paulo Teixeira e Rodrigo Bethlem

O Ministério Público do Rio de Janeiro decidiu arquivar a investigação sobre o apoio dado pelo PTN à reeleição de Eduardo Paes (Mais detalhes em Encrenca para Paes).

O MP abriu investigação após o presidente do PTN, Jorge Esch, aparecer em um vídeo com correligionários dizendo que decidiu apoiar Paes porque ganharia um milhão de reais – 200 000 reais do PMDB e 800 000 reais da prefeitura do Rio. Ao MP, Esch negou tudo o que falou no vídeo e na entrevista ao site de VEJA.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s