CPMI do fim do mundo?

Apesar da fala grossa dos líderes partidários em defesa da criação de uma CPI mista para investigar as relações de Carlinhos Cachoeira com a República, nem todos estão à vontade com a proposta na base aliada. Um graúdo senador peemedebista, que já frequentava os corredores palacianos em junho de 2005, quando a CPMI dos Correios […]

Mais uma comissão parlamentar de inquérito no Congresso

Apesar da fala grossa dos líderes partidários em defesa da criação de uma CPI mista para investigar as relações de Carlinhos Cachoeira com a República, nem todos estão à vontade com a proposta na base aliada. Um graúdo senador peemedebista, que já frequentava os corredores palacianos em junho de 2005, quando a CPMI dos Correios foi criada, lembra que a investigação nasceu sob as mesmas condições: denúncias na mídia e pressão nos partidos.

Na época, o Planalto trabalhou contra a criação da comissão, mas não conseguiu segurar a base governista e o estrago (para o bem da sociedade) se fez: a CPI para investigar propina nos Correios transformou-se na “CPI do fim do mundo” e dela afloraram o mensalão e os mensaleiros. Agora, a história se repete, mas com o Planalto ainda sem saber o que fazer diante do caso Cachoeira.

Enquanto Walter Pinheiro diz ter a unanimidade petista ao seu lado na criação da comissão no Senado, Eduardo Braga avisa que o governo permanece “neutro”. Se a CPI do Cachoeira será outro “fim do mundo” no Congresso só o tempo irá dizer, mas o mesmo peemedebista graúdo resume:

— É muito estranho. Em todos esses anos de Congresso, é a primeira vez na minha vida que vejo um governo defender uma CPI.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s