Clã Picciani escolhe seu representante para concorrer ao Senado

Candidato ao posto em 2014, o patriarca, Jorge, não se vê na ponte aérea Rio-Brasília por oito anos

Leonardo Picciani é o nome da família para concorrer a uma vaga no Senado em 2018, sob as bênçãos e orientações de seu pai, Jorge. O patriarca, que tentou a vaga e não se elegeu em 2014, vem dizendo que não teria disposição para viver na ponte aérea Rio-Brasília por oito anos.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Democrata Cristão

    Um amigo meu chamado Brasil me perguntou “Onde vende Albendazol?”. Eu disse “Na farmácia! Só não sei se vende em grande quantidade!”

    Curtir

  2. João Santos

    Muito apropriada a denominação “clã” que nos remete a mafiosos.

    Curtir

  3. O Rio de Janeiro não sai do buraco tão fácil, só tem político que só pensa neles próprios, essa família é um exemplo.

    Curtir

  4. Um estado que se diz desenvolvido, que fica numa região (sudeste) supostamente desenvolvida mas com eleitores subdesenvolvidos. Só os cariocas para elegerem um clã familiar, tal qual nos rincões do Brasil.
    Só mesmo o Rio de Janeiro para eleger gente da estirpe baixa de um Moreira Franco, Pezão, Sérgio Cabral, Brizola, Eduardo paes, Antoni Garotinho e depois sua Rosinha Garotinha, Piccianis & Família Ltda., Lindberg Farinha, Jandirão Grelo Duro. Enfim, esses cariocas não estão nem aí. O pior é que esses políticos ruins prejudicam os demais moradores do Brasil.
    Pessoal, em 2018 pensam e usam o google para pesquisar seu candidato e se tiver qualquer processo, nos poupem desses caras…

    Curtir

  5. Se o estado eleger um corrupto desse ao Senado que caia uma bomba nuclear para destruir esse estado.

    Curtir