Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os segredos do prolapso da valva mitral do coração

O prolapso na valva mitral é uma condição cardíaca predominantemente assintomática, de tratamento simples, que afeta principalmente as mulheres

O coração humano possui quatro valvas, que são delicadas portas, de 1 milímetro de espessura, que comunicam os átrios e os ventrículos, mitral e tricúspide, ou as artérias que se ligam ao coração, pulmonar e aorta. Abrem e fecham a cada batimento cardíaco, ou seja mais de 100.000 vezes ao dia.

O que é prolapso na valva mitral (PVM)?

Cerca de 5 a 10% das pessoas, principalmente as mulheres, apresentam um prolapso na valva mitral (PVM). Isso quer dizer que as duas finas partes dessa espécie de porta ao se fecharem não conseguem vedar completamente a passagem de sangue, por um mecanismo genético que promove alterações na estrutura e no movimento da valva. Esse processo pode ser agravado pela idade.

Sintomas e diagnóstico

O PVM é na maioria das vezes assintomático. Mas algumas pessoas com PVM queixam-se de palpitações, dor torácica ou fadiga. Portadores de PVM também, mais frequentemente, apresentam distúrbios psíquicos associados, como ansiedade, depressão e pânico.

O diagnóstico pode ser feito pelo exame médico clínico, onde o cardiologista “ausculta” um discreto sopro cardíaco, ou, de forma definitiva, pelo exame de ecodopplercardiograma, um ultrassom do coração.

Tratamento e evolução

O PVM tem quase sempre uma evolução benigna, sem necessidade de qualquer tipo de tratamento. Alguns portadores, contudo, podem necessitar de terapêutica para aliviar seus sintomas ou suas condições psíquicas associadas. Mais raramente, o PVM pode evoluir para uma insuficiência do funcionamento da mitral, com arritmias, risco de embolias, crescimento e descompensação do coração. Nestas situações, pode ser necessária uma cirurgia cardíaca reparadora.

Portadores de PVM devem conhecer o seu grau de comprometimento cardíaco, realizar exames periódicos para avaliar a evolução do quadro. Em caso de infecções ou cirurgias, mesmo as dentárias, quem tem PVM deve solicitar orientação médica, pois medidas preventivas estão indicadas em algumas situações para evitar riscos.

 

 

Quem faz Letra de Médico

Adilson Costa, dermatologista
Adriana Vilarinho, dermatologista
Ana Claudia Arantes, geriatra
Antonio Carlos do Nascimento, endocrinologista
Antônio Frasson, mastologista
Artur Timerman, infectologista
Arthur Cukiert, neurologista
Ben-Hur Ferraz Neto, cirurgião
Bernardo Garicochea, oncologista
Claudia Cozer Kalil, endocrinologista
Claudio Lottenberg, oftalmologista
Daniel Magnoni, nutrólogo
David Uip, infectologista
Edson Borges, especialista em reprodução assistida
Fernando Maluf, oncologista
Freddy Eliaschewitz, endocrinologista
Jardis Volpi, dermatologista
José Alexandre Crippa, psiquiatra
Ludhmila Hajjar, intensivista
Luiz Rohde,
psiquiatra
Luiz Kowalski, oncologista
Marcus Vinicius Bolivar Malachias, cardiologista
Marianne Pinotti, ginecologista
Mauro Fisberg, pediatra
Miguel Srougi, urologista
Paulo Hoff, oncologista
Paulo Zogaib, medico do esporte
Raul Cutait, cirurgião
Roberto Kalil, cardiologista
Ronaldo Laranjeira, psiquiatra
Salmo Raskin, geneticista
Sergio Podgaec, ginecologista
Sergio Simon, oncologista

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s