Dados da OCDE (Organização para a Cooperação Desenvolvimento Econômico) mostram que os salários dos professores brasileiros são extremamente baixos quando comparados a países desenvolvidos. Divulgados nesta terça-feira (9), os valores fazem parte do estudo Education at a Glance 2014,  que mapeia dados sobre a educação nos 34 países membros da organização e 10 parceiros, incluindo o Brasil.

De acordo com o estudo, um professor em início de carreira que dá aula para o ensino fundamental em instituições públicas recebe, em média, 10.375 dólares por ano no Brasil. Em Luxemburgo, o país com o maior salário para docentes, ele recebe 66.085 dólares. Entre os países membros da OCDE, a média salarial do professor é de 29.411 dólares. Quase três vezes mais que o salário brasileiro.

Até mesmo em países da América Latina como Chile e México, os professores recebem um salário consideravelmente maior que o brasileiro, 17.770 e 15.556 dólares respectivamente. Entre os países mapeados pela pesquisa, o Brasil só fica à frente da Indonésia, onde os professores recebem cerca de 1.560 dólares por ano. Os valores são de 2012, com dólares ajustados pela paridade do poder de compra (PPC).

Leia também

Impávido Colosso - Leia também

1 de 11

Brasil, o país onde os impostos fazem menos pela população

Um estudo com 30 países divulgado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) mostra que o Brasil é o país onde os impostos...» Leia mais

337 Comentários

  • Não concordo que o PT seja o culpado pelo fracasso da educação nesse país. Os politicos em geral não estão nem aí pra educação nesse país. Temos que exigir do governo federal uma educação de qualidade para nossas crianças e denunciar os corruptos que estão dilacerando o erário público.

  • Porque será que os países desenvolvidos estão no topo da lista?

  • De dignificar o educando…já que ele não é considerado ser principal de todo processo….Desvios de merendas….falta de material…estamos acostumados a trabalhar com isso…mas agora lutamos para poder ter o direito de trabalhar…pq não querem deixar….querem faz de conta….

    • Alexandre Guimarães

      Podemos mudar isso. Visitem a página “PEC da Nova Educação” no facebook, que explica a proposta da nova PEC 20/2015, através da qual o salário do professor vira o teto salarial de todos os servidores do Brasil. Difícil? Sim, mas não impossível.

  • Os professores estão indo além de buscar valorização financeira….agora além disso também buscam pela valorização do aprendizado dos alunos..já que isso acabou…(ou nunca existiu)…pelos menos nos últimos 20 anos posso garantir que não foi priorizado…
    Buscam pelo direito de poder lecionar…

  • Caríssimos isso está longe de ser o único problema da educação nesse país….Informo que a decadência começa quando o aprendizado do aluno não tem importância…onde tudo que é feito…sempre é no propósito numérico…mentiroso…de fornecer dados que não são e nem passam perto da verdade…

  • O salário de professor é baixo, sim, mas é este a única razão de baixissimo nível de conhecimento dos alunos? Evidentemente um salário melhor deve atrair pessoas mas motivadas para a proffisão, mas será que é só isto? O calculo de o volume de um tubo virou piada na minha firma. Pih!! Qua qua qua….

  • Quando tivermos um salário digno para o professor, tenho certeza que bons alunos seram atraídos para profissão e com isso teremos excelentes profissionais.

  • Uma vergonha como esse governo trata os educadores

  • E o PSDB do pícolé de chuchu (Alkimin) é o que mais contribui para essa estatística de salário tão baixo. Afinal governa o maior e mais rico estado da nação e paga um salário de fome.

  • Essa pesquisa é de 2012. Com o câmbio do dólar beirando os R$ 3,30, a situação está bem pior.

  • ola a todos tenho ressalvas para fazer, com relação a este artigo, comparado-se com chile e mexico, deve-se comparar o pib percapita, obviamente um pais que tem um pib percapita superior ao do brasil e claro que qualquer categoria ira receber mais.

  • o negocio é o seguinte , temos que valorizar a classe dos professores , por que eles que vaõ ensinar nossa crianças .. a escola tem que ser tempo integral aonde teriamos um periodo de estudo e outro de esporte , arte descobrir o tom de cada criança .. assim tiramos elas das ruas ..

  • Apesar disso tudo, nada substitui o sorriso/abraço do aluno(a) agradecido(a)!

  • Patricia G.
    Mais que a educação, precisamos aprender a cuidar de nossas crianças, de forma integral. Muitas crianças e adolescentes precisam ser protegidas de sua própria família.
    Longe de mim uma Pedagogia do Afeto. A escola precisa detectar isso, e ter capacidade (pedagógica e física) para acolher

  • Caro Antonio. Tenho mais de 70 e tenho o que fazer pelo pais, pelas gerações futuras, acho. A democracia brasileira e nossas leis tem recursos suficientes para mudarmos o Brasil. Jamais irei embora e tentarei não permitir que roubem o nosso destino. Sempre há o que fazer, ache seu talento. Mexa-se!

  • O melhor investimento que um governo pode fazer no seu país é investir na educação !
    País sem boa educação é país sem crescimento !
    Acorda seus políticos !!
    .. Porém tendo o PT no poder por tanto tempo este índice não me surpreende ..;(!
    Acorda brasileiros dia 15 vamos para as ruas !!

  • o salario do professor devia ser igual a de outras profissões tais: medico, fiscal do estado, vereador de cidade acimada e 50 mil habitante, etc,beleza. O dinheiro não dar para alimentar com dignidade. Só não concordo com o EX PROFESSOR, tinha cargo comissionado foi exonerado o coitado.

  • É preciso aumentar o salário e, AO MESMO TEMPO, oferecer melhor formação aos professores. Também é preciso uma reforma da educação com foco na formação integral da criança e do adolescente para a realidade contemporânea. A escola tem de ser um lugar onde a criança aprenda e se sinta acolhida e FELIZ

  • Hoje tenho 50 anos de idade. Se tivesse 25 a menos não pensaria duas vezes em ir embora desse país. Porque a sensação que tenho é a que o Brasil nunca terá jeito. E essa raça do PT tá destruindo mais ainda o país.

    • Antônio, tenho mesma sensação. Não vejo melhora a curto prazo (20 anos). Também tenho 50 anos e fico triste em não ver meu país como o “país do futuro” que ouvia anunciado quando criança. Só não acho que seja o PT o culpado. E se eu tivesse condições, também sairia daqui. Para Cuba. Antes que acabe.

  • A APEOESP, filiada a CUT, está planejando uma greve para prejudicar Alckmin, do mesmo modo que os professores paranaenses, de um sindicato cutista, estão fazendo atos contra Beto Richa. Fui professor da rede estadual em SP e sei que a maioria não tem qualificação e só sabe fazer política petista.

    • Boa noite, sou professora da rede pública e tenho qualificação assim como todos os outros da minha escola. Se ganhamos tão bem a ponto de não reclamar, porque você não continuou a ser professor?

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

*

Você ainda tem caracteres.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluidos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.