Grampo flagra presidente do PT pedindo a ministro para frear prisão de Lula

Diante do desespero de Rui Falcão, Wagner garante providências e sugere cercar prédio

Captura de Tela 2016-03-18 as 10.59.19

Ouça o aúdio no fim deste post

A conversa grampeada pela Lava Jato entre o então ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, e o presidente do PT, Rui Falcão, flagra a trama do partido e do governo para evitar a prisão preventiva de Lula após o pedido feito pelo Ministério Público de São Paulo.

Desesperado, Falcão cobra uma reação de Wagner (e do novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão) e quer saber o que aconteceria se Lula aceitasse um ministério imediatamente.

“Se nomear ele hoje, o que acontece?”

Wagner diz não saber qual seria o impacto da nomeação, mas recomenda que o prédio de Lula seja cercado e que se obstrua com violência o trabalho da Polícia Federal e da Justiça:

“Eu acho que tem que ficar cercado em torno do prédio dele e sair na porrada, Rui.”

Falcão consente, mas pede providências maiores “enquanto isso”.

Wagner concorda:

“Tudo bem, deixa eu falar aqui.”

Falcão pede então para Wagner alertar Dilma e tomar uma decisão de Estado.

“Alerta a presidente. Toma a decisão de estado-maior aí.”

“Falou, ok…”, responde Wagner.

A ligação ocorreu em 10 de março, dia em que o pedido de prisão preventiva feito pelos promotores Cassio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique Araújo, do MP-SP, caiu nas mãos da juíza Maria Priscilla.

Como este blog antecipou em vídeo: a decisão de Lula de virar ministro se fortaleceu a partir daí.

É o gangsterismo petista em ação.

RUI: Oi, JAQUES. O louco do CONSERINO aqui pediu a preventiva do LULA.
JW: É, eu vi porra.
RUI: Sim, e vocês vão deslocar alguém pra cá, como é que é?
JW: Deslocar em que sentido?
RUI: Não, acho que tem que vim alguém pra cá, porra, pra se mexer aqui também.
JW: Mas alguém quem? Só pra eu entender. Não, que eu não tô raciocinando.. (Ininteligível)
RUI: Não tem ministro da justiça, não tem..
JW: Não, tem ministro da justiça. Ele tá no ministério. Claro. Ele tá no posto.
RUI: Alguma iniciativa vocês precisam tomar. Porque tá na mão de uma juíza da quarta vara que não sabe quanto toma decisão, mas pode tomar decisão hoje. Nós…
JW: Ah, ele pediu a preventiva do cara em cima do que?
RUI: Não… não tem… em cima do TRIPLEX, da denúncia, ele é louco. Os três promotores aqui, JAQUES.
JW: Tá bom. Deixa eu fazer alguma coisa aqui.
RUI: É, porque eles podem, a juíza pode despachar agora, tá? Tem os advogados tá lá, “tamo” chamando deputado…
JW: Falou, ok.
RUI: A outra coisa é o seguinte: se nomear ele hoje, o que que acontece?
JW: Aí não sei, eu tô por fora.
RUI: Então, consulta isso também…
JW: Mas ele já decidiu?
RUI: Não, mas nós “tamo” todo mundo pressionou ele aqui. FERNANDO HADDAD, todo movimento sindical, todo mundo.
JW: Tá bom.
RUI: Tá.
JW: Eu acho que tem que ficar cercado em torno do prédio dele e sair na porrada, RUI.
RUI: Tem nada.
JW: Não, tudo bem, ué? Mas tem que cercar tudo.
RUI: Não, eu sei, mas enquanto isso..
JW: Tudo bem, deixa eu falar aqui.
RUI: Alerta a presidente. Toma a decisão de estado-maior aí.
JW: Falou, ok..
RUI: E mantém a gente informado. Ele, tá?
JW: Tá bom.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s