Aviação: 1 acidente a cada 1,3 milhão de voos

São mesmo de “estarrecer” as imagens do acidente aéreo que matou ao menos 23 pessoas em Taiwan nesta quarta-feira. O avião da companhia TransAsia, com 53 passageiros e cinco tripulantes, caiu no rio Jilong em Taipé, a capital do país, após realizar uma manobra brusca e atingir um viaduto, do qual dois veículos registraram a queda. Assista ao vídeo de um deles:

O acidente do voo GE235 da TransAsia se junta a uma lista notória de tragédias, como a do voo MH-370 da Malaysia Airlines, que desapareceu no mar em 2014, a de um segundo jato da mesma companhia, que caiu na Ucrânia, possivelmente derrubado por um míssil, e a do avião da AirAsia que caiu no Mar de Java.

Diante dos temores de que acidentes estariam se tornando cada vez mais frequentes, e as viagens aéreas mais perigosas, a BBC divulgou os números de um relatório do site especializado AirlineRatings.com.

Em resumo:

Segurança aérea em 2014:

– 986 mortos em acidentes com aviões comerciais;
– 3,3 bilhões de passageiros;
– 537 mortos nos acidentes dos voos MH370 e MH17;
– 27 milhões de voos no mundo;
– 21 acidentes fatais;
– 1 acidente a cada 1,3 milhão de voos.

Sim: o número absoluto de mortes em 2014 (986) foi pior do que a média, mas o número de passageiros (3,3 bilhões) foi o maior da história. O relatório afirma que, apesar dos 21 acidentes fatais, este número é o mais baixo, um recorde.

Há 50 anos, segundo a BBC, o mundo tinha apenas 5% do número de voos que tem hoje, mas quatro vezes mais acidentes. Estatisticamente, portanto, as viagens aéreas estariam mais seguras do que nunca.

Para quem não se convenceu, mas não quer desistir, fica a dica:

Avião medo

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Eduardo Britto

    Se a questão for segurança e estatísticas, viajar de carro acaba sendo muito mais perigoso.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Karina

    Viajar de avião é muito bom, sentir o avião sair do chão e ver a terra do alto é simplesmente maravilhoso. Nem todos os últimos acidentes me fizeram mudar de idéia.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Simone

    Só não passe por cima da Ucrânia ou qualquer outro lugar onde tio Putin esteja brincando de Hitler.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Jorge Santos

    Isso se explica pelo avanço tecnológico dos aviônicos, dos sistemas de navegação satelital, muito mais precisos, e pelos sistemas de controle de tráfego aéreo, mais interativos e preditivos. Entretanto, o fator humano ainda pesa muito na maioria dos acidentes.

    Curtir