#SanatórioGeral: Tchau, querido! (2)

Lula continua imaginando que está acima da lei

“Se alguém pensa que, com essa sentença, me tirou do jogo, podem saber que eu estou no jogo. Até agora, eu não tinha reivindicado, mas agora eu reivindico do meu partido o direito de ser candidato a presidente”. (Lula, no primeiro palavrório depois de condenado a nove anos e meio de cadeia, confirmando que não leu sequer o trecho da sentença em que Sérgio Moro avisa: “Não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você”)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Decio Werneck

    Que coisa! o partido só tem a ele para se tentar eleger, pois todos seus companheiros são fracos, como já foi demonstrado. De tanto falar em sua defesa que uma hora acaba por confessar.

    Curtir

  2. Dayvson Silva

    Em um país decente e civilizado, sequer precisaríamos desta sentença judicial, pois o povo seria o responsável pela abolição de todos os corruptos. #VotoImpressoEm2018 #UrnasFraudadasNão

    Curtir

  3. Helio Giglio

    O Torneiro Mecânico que virou TORNOZELEIRO ELETRONICO……

    Curtir

  4. Carla L.S. Lieberman

    Sérgio Moro está certo, mas, a considerar a figura a quem se destina a frase, a mais correta seria: “Não importa o quão baixo você seja, a lei ainda está acima de você”.
    No mais, eu, particularmente, gostaria de ver Lula na disputa pela Presidência em 2018. Seria bom para o país. Provavelmente não teremos muitos motivos para comemorar a vitória de quem ganhar, mas, ao menos, poderemos festejar bastante a derrota de quem perder. Alguns sepultamentos, como se sabe, são mais alvissareiros que certos nascimentos…

    Curtir