Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Por qué no te callas?

Maradona continua incorporando um gênio e uma besta quadrada

“Somos chavistas até a morte. E quando Maduro ordenar, estou vestido de soldado para uma Venezuela livre, para lutar contra o imperialismo e aqueles que desejam se apoderar de nossas bandeiras, que é o mais sagrado que temos”. (Diego Maradona, ex-jogador argentino, ao declarar no Facebook seu apoio a Nicolás Maduro e prometer apoiar o regime da Venezuela instalado em sua casa do outro lado do continente, provando que, quando o assunto é política, entende tudo de futebol)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Glorinha de Nantes

    Eis do que escapamos, muito embora obriguêmo-nos, desde esses despautérios recorrentes alardeados por aqui, relembrar :
    .
    Há ainda um acentuado retrogosto da política petralheira em todo o insidioso noticiário e demais nichos culturais. Até em declarações de pretensos popstars globais. Haja! Haja doses e mais doses daquela antiga “SantaPaciência” que exercitávamos na Era Lula. A campanha eleitoral desses dinossauros&trogloditas está declaradamente infestando todo e qualquer evento nas diferentes mídias. Filmes, peças teatrais, shows, programas televisivos, radiofônicos. Desagregados, os que lutaram desde sempre unidos na oposição aos petralheiros, restamos assistindo uma torcida à esquerda e outra à direita, em grupos e bandos desarticulados, focados em picuinhas de uns contra outros, numa disputa de espaço nos corações e mentes dos desesperançados, abandonados ou entregues à própria sorte, desinformados pendurados no pincel. Eis que se lançam ao inferno abissal rotundo, escuro e profundo, ou melhor, buraco-negro sem fundo. Outrora lamaçal movediço, hoje espaço desreferenciado. __ Manhêêêêêê … !!!

    Curtir

  2. Glorinha de Nantes

    Que nos sirva de alerta!
    .

    Há ainda um acentuado retrogosto da política petralheira em todo o insidioso noticiário e demais nichos culturais. Até em declarações de pretensos popstars globais. Haja! Haja doses e mais doses daquela antiga “SantaPaciência” que exercitávamos na Era Lula. A campanha eleitoral desses dinossauros&trogloditas está declaradamente infestando todo e qualquer evento nas diferentes mídias. Filmes, peças teatrais, shows, programas televisivos, radiofônicos. Desagregados, os que lutaram desde sempre unidos na oposição aos petralheiros, restamos assistindo uma torcida à esquerda e outra à direita, em grupos e bandos desarticulados, focados em picuinhas de uns contra outros, numa disputa de espaço nos corações e mentes dos desesperançados, abandonados ou entregues à própria sorte, desinformados pendurados no pincel. Eis que se lançam ao inferno abissal rotundo, escuro e profundo, ou melhor, buraco-negro sem fundo. Outrora lamaçal movediço, hoje espaço desreferenciado.
    __ Manhêêêêêê … !!!

    Curtir