Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Gente fina

Cesare Battisti explica que foi um erro perfeitamente perdoável ter brincado de terrorista na Itália democrática dos anos 70

“É claro que a gente cometeu alguns erros”. (Cesare Battisti, terrorista italiano, em entrevista ao Estadão, explicando que foi condenado à prisão perpétua pela Justiça do seu país não por ter participado de quatro assassinatos, mas por ter cometido “alguns erros” que o obrigaram a fugir para o Brasil e aguardar a absolvição decretada por Lula)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Juca Leiteiro

    Duas coisas garantem a impunidade governantes desonestos no Brasil: as medidas legais de auto proteção para delinquência e os paraísos fiscais para enviar verbas saqueadas dos cofres da nação.

    Curtir

  2. Carla L.S. Lieberman

    “O Lula, por exemplo – continua o homem politizado – cometeu o errinho de me manter aqui”.

    Curtir