Camelô de empreiteiro

“Os ricos não precisam de governo”. Lula, revelando que resolveu instalar um poste na Presidência da República porque, depois de ter virado camelô de empreiteiro, entrou no clube dos que não precisam de governo.

“Os ricos não precisam de governo”.

Lula, revelando que resolveu instalar um poste na Presidência da República porque, depois de ter virado camelô de empreiteiro, entrou no clube dos que não precisam de governo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    maria-maria

    Característico do lulopetralhismo; tudo termina em negociata: até a esperança do povo é objeto de venda superfaturada.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Charles A.

    Dizem as más e boas línguas que o marqueteiro bilionário oficial, João Santagrana ,sugeriu ao ex-presidentO em exercício Canabrava Mulla Da Çiuva, que aconselhasse a presidANTA em perene comício,Diuma Mosquita Duchef, que passasse a vender terrenos em Marte para o projeto Minha Casa Minha Vida Meu Ar Puro, pois os da lua já se esgotaram. Os veículos de comunicação em massa já passaram a divulgar as peças publicitárias milionárias,digo,bilionárias, que milhão e triplex são coisas de pobre, com muita alegria e paz de espírito.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Claudia

    Seria uma espécie de Bancoop II? Pois, com Bancoop I foi exatamente isso que fizeram, venderam esperança e entregaram trapaça.

    Curtir