Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A greve de araque instituiu o Dia Nacional da Vadiagem

Enxergar uma greve geral no que houve neste 28 de abril é promover enxurrada a tsunami

A paralisação foi programada para a véspera de um feriado prolongado para somar-se à folga de primeiro de maio e produzir o maior feriadão de 2017. Disfarçado de “greve geral“, o evento organizado por gigolôs do moribundo imposto sindical não foi um ato político, mas uma malandragem destinada a incentivar a ociosidade. Aumentou o movimento nas estradas. As cidades ficaram com cara de domingo. As manifestações de rua reuniram menos gente que procissão de vilarejo.

Enxergar uma greve geral no que se viu nesta sexta é promover enxurrada a tsunami. Toda greve é uma interrupção voluntária e continuada do trabalho ─ e interrupção voluntária não rima com barricadas com pneus em chamas, piquetes truculentos e arruaceiros hipnotizados pelo berreiro sindiota. A greve geral, como ensina o adjetivo, tem necessariamente abrangência nacional. E se ampara em reivindicações, palavras-de-ordem e bandeiras encampadas por todas as categorias profissionais relevantes.

Enfim, grevistas querem algo, berram propostas, fazem exigências. Os greveiros de hoje são contra tudo que venha do governo ─ da mesóclise a reformas que remoçam velharias quase centenárias. Mas não conseguem ser a favor de nada, nem têm coragem suficiente para defender publicamente a preservação dos privilégios da pelegagem. Por essas e outras, os que se nomearam líderes dos trabalhadores acabaram instituindo, neste 28 de abril, o Dia Nacional da Vadiagem.

É o velho Brasil agonizando.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Juca Leiteiro

    Novos empregos só com novas regras. Quem acha que o empresariado continuará no canto do ringue apanhando da CLT e da tributação para sustentar parasitas contumazes, pode tirar a sujeira do umbigo.

    Curtir

  2. Juca Leiteiro

    De 2003 para cá, o desenvolvimento do país desandou com um espetacular aumento de ociosidade e o resultado está aí, com mais dependentes de serviço social, sem contrapartida.

    Curtir

  3. Juca Leiteiro

    Entre as causas estão ações populistas e paternalistas, ampliando direitos que desvirtuaram o sentido do vínculo trabalhista e jogaram muitas responsabilidades do governo, nas costas do empresariado.

    Curtir

  4. essa gente é tão VAGABUNDA que até pra fazer o serviço de segurar uma bandeira, leva um banquinho pra sentar. Eita preguiça!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  5. Andre Escovedo

    Não vadeia Clementina – diz Augusto. – Fui feita pra vadiar!!! diz Clementina!!!!!!!!! A Diva

    Curtir