Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Google planeja versão censurada de buscador na China, diz The Intercept

Projeto é composto por códigos chamados "Dragonfly" e está em andamento desde o segundo semestre de 2017

Por Reuters 2 ago 2018, 09h54

O Google, da Alphabet, planeja uma versão censurada de seu mecanismo de busca para a China que irá bloquear sites e certos termos de pesquisa, informou o portal The Intercept, citando documentos e funcionários do Google familiarizados com o assunto.

O projeto é um código chamado “Dragonfly” e está em andamento desde o segundo semestre de 2017, segundo o site de notícias.

O progresso no projeto aumentou após uma reunião em dezembro entre o presidente-executivo do Google, Sundar Pichai, e um alto funcionário do governo chinês.

Os termos de pesquisa sobre direitos humanos, democracia, religião e protestos pacíficos estarão entre as palavras na lista negra do site de busca, que já havia sido demonstrado ao governo chinês.

Continua após a publicidade

A versão final do buscador pode ser lançada de seis a nove meses, dependendo do aval das autoridades chinesas.

O Google se recusou a comentar sobre detalhes mencionados pelo The Intercept, mas observou que lançou vários aplicativos no país e trabalha com desenvolvedores locais como parte da manutenção de sua presença na China.

O principal regulador de internet chinês, o Cyberspace Administration of China, não respondeu imediatamente aos pedidos da reportagem.

Continua após a publicidade

O serviço de busca do Google está bloqueado, juntamente com sua plataforma de vídeos YouTube, mas a empresa vem tentando fazer novas incursões na China.

Em janeiro, o mecanismo de busca se juntou a um investimento na plataforma chinesa Chushou e, no início deste mês, lançou um jogo de inteligência artificial no WeChat, rede social da Tencent.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.