Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Samsung ganha disputa sobre plágio movida pela Apple nos EUA

Em mais um capítulo da batalha sobre design que se estende desde 2011, a Suprema Corte decidiu em favor da empresa sul-coreana

A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta terça-feira a favor da Samsung, eximindo a empresa sul-coreana de pagar 399 milhões de dólares (1,367 bilhão de reais) à Apple, que a acusava de ter plagiado parte de seus componentes para smartphones.

Os juízes não aceitaram o processo movido pela Apple, que alegava que a Samsung obteve lucro ao copiar partes do design patenteado de seus iPhones. A decisão foi tomada por 8 votos a 0. A corte considerou que a empresa sul-coreana não deve pagar os lucros obtidos de seus onze modelos de telefone porque o suposto plágio só responde a uma parte muito pequena dos dispositivos. Com isso, o caso agora volta à jurisdição inferior.

Samsung e Apple mantêm desde 2011 uma batalha judicial pelas patentes dos smartphones que as levou a tribunais de todo o mundo e as fez gastar milhões de dólares. A companhia americana processou a Samsung naquele ano por ter copiado a aparência de seus aparelhos e, em 2012, um júri federal deu razão à Apple, considerando que sua rival tinha copiado o design de alguns dispositivos para lançar modelos como o Galaxy S II.

A Samsung é acusada de ter roubado três características patenteadas: o aspecto arredondado das quinas dos iPhone, o design das bordas e a disposição dos ícones coloridos  dos aplicativos na tela do celular. Como resultado do litígio, um tribunal ordenou a Samsung a pagar à Apple uma indenização de 930 milhões de dólares (3,186 bilhão de reais) .

A Samsung já pagou à Apple mais de 548 milhões de dólares (1,877 bilhão de reais) em dezembro de 2015 e buscava que a Suprema Corte lhe permita evitar o pagamento de outros 399 milhões de dólares (1,367  bilhão de reais) correspondente à soma dos lucros que conseguiu com onze modelos de telefones supostamente similares aos da Apple.

A Suprema Corte não estudava um caso de patentes desde a década de 1890 – na ocasião, para mediar uma disputa sobre pavimentos de concreto.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Cláudio Moura

    Se não fosse a Apple, celular seria discado ou com uso de ficha.

    Curtir

  2. Como assim, Claudio Moura?… A Apple praticamente so tem design, eles nunca inovaram realmente em tecnologia, apresentaram souberam apresentar de forma mais bonita e “sedutora” as invencoes que ja existiam no mercado…

    Curtir

  3. “APENAS souberam apresentar”…, foi o que eu quis escrever.

    Curtir

  4. Luiz Peixoto

    É Claudio, creio que voce não fez uma boa pesquisa sobre os primeiros celulares. O que a Apple fez, foi so colocar algumas inovações e com toda sinceridade, eu não que um iPhone ou qualquer coisa da Apple, nem de graça. Sou muito mais os da Samsung, aos quais voce tem muito mais liberdade para baixar os aplicativos e gerencia os mesmos.

    Curtir

  5. Apple…tô fora…

    Curtir