Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump vendeu todas as suas ações em junho, diz porta-voz

Em dezembro, presidente eleito dos EUA tinha 40 milhões de dólares em papéis de bancos e petroleiras, segundo jornal 'Washington Post'

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, vendeu todas as suas ações em junho, informou sua equipe de transição nesta terça-feira. Com a medida, o então candidato republicano amenizou, ao menos em parte, as preocupações sobre possíveis conflitos de interesses entre seus negócios e o exercício da Presidência.

O portfólio de ações de Trump valia cerca de 40 milhões de dólares em dezembro de 2015, segundo o jornal Washington Post, citando uma divulgação financeira de maio. Seu portfólio à época incluía ações de diversos bancos, gigantes petroleiras e outras empresas com negócios ligado ao governo dos EUA, relatou o Post.

O porta-voz de Trump, Jason Miller, disse em um e-mail que Trump vendeu todas as ações. Miller não respondeu, no entanto, as questões sobre o que Trump fez com o dinheiro da venda ou se ele se retirou de quaisquer outros investimentos ao mesmo tempo.

A venda das ações reduzirá um pouco os potenciais conflitos de interesse para o presidente eleito, que se prepara para assumir a Casa Branca no dia 20 de janeiro. Ainda assim, a decisão não reduz preocupações sobre as empresas pessoais e familiares de Trump, que incluem hotéis e resorts de golfe, localizados do Panamá à Escócia.

Trump disse que vai se afastar de seus negócios, mas não deu nenhum detalhe sobre os preparativos. Durante a campanha presidencial, o republicano indicou que tinha deixado de aplicar na bolsa.

(Com Reuters)