Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Toyota interrompe testes com carro autônomo após acidente da Uber

Apesar de tirar os veículos das vias públicas, a Toyota continua a testar os carros em três ambientes fechados

A Toyota anunciou a paralisação dos testes com seus carros autônomos em vias dos Estados Unidos após o acidente com o veículo da Uber, que culminou na morte de uma mulher nesta segunda-feira.

Os testes foram suspensos em São Francisco e nas vias públicas próximas ao centro de pesquisa da empresa em Ann Arbor, no estado norte-americano de Michigan. Ainda assim, de acordo com o jornal The New York Times, a Toyota continua a testar veículos autônomos em três ambientes fechados, dois deles em Ann Arbor e um terceiro conhecido como Estação GoMentum, uma antiga estação de armamentos navais em Concord, na Califórnia.

Veja também

“Falamos aos nossos motoristas que tirem alguns dias de folga para que possamos avaliar a situação”, disse o porta-voz da Toyota, Rick Bourgoise, ao NYT.

A Toyota possui uma frota de carros autônomos em teste, mas conta com engenheiros e motoristas de segurança que podem controlar o veículo caso necessário – a Uber mantinha o mesmo esquema de segurança no carro envolvido no acidente, segundo a publicação norte-americana.

Segundo a BBC, a montadora não tem um cronograma para reiniciar os testes. Até o acidente da Uber, a Toyota tinha como expectativa fabricar carros autônomos em 2020.

A Ford Motor e General Motors são outras montadoras que testam carros autônomos. Em agosto do ano passado, o veículo autônomo da Ford começou a entregar pizzas nos Estados Unidos.

Em nota, a Toyota confirmou a pausa temporária dos testes nas ruas. “Não podemos especular sobre a causa do incidente ou o que isso pode significar para a indústria de condução autônoma daqui para frente. Como o TRI – Toyota Research Institute – acredita que o incidente pode ter um efeito emocional, principalmente na equipe de testes, o TRI decidiu pausar temporariamente seu próprio teste de modo Chauffeur em vias públicas”.

A empresa ainda lamentou o acidente com o carro da Uber. “A Toyota não tem informações em primeira mão sobre a trágica fatalidade em Tempe, Arizona, no domingo, 18 de março. Nossos pensamentos estão, em primeiro lugar, com a família da vítima”.