Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Temer diz que é mentira que reforma pegue os mais pobres

'63% do povo brasileiro ganha salário mínimo, portanto, não vai atingir os pobres', afirmou Temer

Por Da redação 18 abr 2017, 14h15

O presidente Michel Temer disse que “ninguém quer fazer mal para o país” e rebateu a tese de que as mudanças na aposentadoria irão prejudicar os mais pobres. 

“Muitas vezes, dizem assim, mas essa reforma da Previdência vai pegar os pobres. Vou usar uma palavra forte: mentira. Mentira, porque 63% do povo brasileiro ganha salário mínimo, portanto, não vai atingir os pobres”, disse ele.

Temer participou hoje de manhã de café da manhã com deputados da base aliada para tratar de mudanças na proposta de reforma da Previdência. “Os que resistem e fazem campanha são os mais poderosos. São aqueles que ganham mais. Temos que dar uma resposta a isso”, afirmou.

O discurso do presidente reforça o mote das peças publicitárias que o governo vai estrear nesta terça-feira comparando “a novidade” da reforma da Previdência a outras medidas, como o uso obrigatório do cinto de segurança, vacinas e a privatização da telefonia e até ao Plano Real.

Temer disse que a proposta da reforma da Previdência foi feita pensando em um cenário de 40 anos no país, mas, “sabendo que o diálogo seria indispensável com o Congresso”, e que depois de ouvir todas as bancadas e as principais observações o governo aceitou negociar. “Sendo certo que a reforma tem um núcleo essencial que é o da idade, um pouco mais, um pouco menos, não importa, mas é algo que foi estabelecido em todos os países”, afirmou.

O presidente comparou a situação do Brasil a outros países e disse que somente “três ou quatro” não possuem uma idade mínima. “Essa é a espinha dorsal, o núcleo da reforma da Previdência. O mais pode ser negociado. E foi negociado”, disse, sem destacar que o governo aceitou reduzir a idade mínima das mulheres para 62 anos.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês