Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer comemora leilão do pré-sal: ‘O Brasil voltou!’

Presidente disse que o processo mostra que confiança no país está voltando; foi o primeiro leilão de áreas do pré-sal após mudança de regra sobre Petrobras

O presidente Michel Temer comemorou no Twitter o resultado dos leilões de campos de petróleo do pré-sal realizados nesta sexta-feira. O processo rendeu 6,15 bilhões de reais em bônus de assinatura ao Tesouro Nacional, com oito dos seis lotes arrematados. Foi o primeiro processo do tipo no governo Temer.

No Twitter, o presidente fez menção ao fim da regra que obrigava a Petrobras a participar como sócia de todos os leilões do tipo, aprovada em novembro de 2016. O argumento foi o de viabilizar a exploração de mais campos, já que a estatal estaria sem condições de fazer investimentos que eram necessários quando tinha obrigação de ser parte no negócio nas áreas do pré-asl.

“Depois de 4 anos sem leilões do pré-sal, o Brasil mostra que atrai interesse de grandes empresas e entra em um novo ciclo de crescimento. Esforço do governo para tornar regras mais claras fez desta sexta-feira um dia histórico. O Brasil voltou!”, escreveu o presidente na rede social.

O presidente também postou um vídeo, citando a estimativa de que serão feitos investimentos de 100 bilhões de reais, gerando 500.000 empregos, e falando sobre a destinação de royalties para educação e saúde.

O leilão foi realizado sob o regime de partilha, sistema que é utilizado em campos de petróleo estratégicos e nas áreas do pré-sal. O modelo prevê que os custos da exploração são definidos em óleo. O restante do petróleo no campo, chamado de “excedente”, é divido entre a empresa exploradora e a União. Vence a disputa a empresa que fizer a maior oferta de petróleo ao governo.

Na noite de quinta-feira, a Justiça Federal do Amazonas suspendeu o certame, mas a Advocacia Geral da União (AGU) recorreu contra a liminar e o leilão teve início no fim da manhã desta sexta-feira, com atraso, visto que estava previsto para as 9 horas. O leilão ocorreu no hotel Grand Hyatt, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Francisco Narciso

    O Brasil voltou! Voltou a ser violentado pelos exploradores de riquezas!

    Curtir