Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Setor de serviços cresce 1% em abril e tem o 1º resultado positivo do ano

Mesmo com a expansão, desempenho do segmento segue negativo no acumulado de 2018, com queda de 0,6%, diz IBGE

O setor de serviços avançou 1% em abril na comparação com março e alcançou o primeiro resultado positivo deste ano, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relação a abril do ano passado, na série sem ajuste sazonal, o volume do setor cresceu 2,2%, a taxa mais alta desde março de 2015, quando teve aumento de 2,3%.

Mesmo com a expansão de abril, no acumulado do ano o resultado segue negativo, com queda de 0,6%, e em 12 meses cai 1,4%, a taxa negativa menos intensa desde agosto de 2015 (-1,2%).

O crescimento foi acompanhado por quatro das cinco atividades investigadas, com destaque para transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (1,2%) e atividades profissionais, administrativas e complementares (1,7%). Os demais resultados positivos vieram de trabalho prestados às famílias (1,5%) e de outros serviços (0,7%).

Por outro lado, o único impacto negativo foi na área de informação e comunicação (-1,1%). O agregado das atividades turísticas subiu 3,3% na passagem de março para abril.

Ainda na série com ajuste sazonal, o índice de média móvel trimestral para o volume de serviços avançou 0,3% entre fevereiro e abril, frente ao mês anterior, revertendo, assim, o comportamento negativo de fevereiro (-0,2%) e março (-0,7%).

O resultado do setor de serviços está em linha com o apurado no comércio. Dados divulgados na quarta-feira, 13, também pelo IBGE mostram que as vendas do varejo aumentaram 1% em abril na comparação com março.

Vale destacar que os resultados de maio devem ser impactados pela greve dos caminhoneiros, que durou onze dias e levou ao desabastecimento em todo o país bem como à redução nos serviços prestados.