Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas do varejo crescem 1% em abril, diz IBGE

Comércio apresentou a décima terceira taxa positiva seguida, embora a menos acentuada

As vendas do comércio varejista nacional subiram 1% em abril na comparação com março. Em relação a abril do ano passado, o setor apresentou alta de 0,6%. Foi a décima terceira taxa positiva seguida, embora a menos acentuada. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em março frente a fevereiro, houve expansão de 1,1%, já com resultado ajustado.

A média móvel trimestral ficou em 0,7% e manteve o ritmo do trimestre anterior, encerrado em março (0,7%). Vale citar o efeito do deslocamento da Páscoa, que exerceu influência negativa nas vendas de abril de 2018. Com isso, o varejo acumulou alta de 3,4% no ano. O acumulado nos últimos doze meses cresceu 3,7%, praticamente mantendo o ritmo de março (3,8%).

As oito atividades investigadas na Pesquisa Mensal do Comércio apresentaram crescimento em abril. As maiores taxas foram em equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (4,8%), combustíveis e lubrificantes(3,4%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (1,5%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1%), livros, jornais, revistas e papelarias (0,9%), móveis e eletrodomésticos (0,7%), tecidos, vestuário e calçados (0,3%), enquanto outros artigos de uso pessoal e doméstico ficou estável.

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, o volume de vendas variou 1,3% em relação a março e a média móvel trimestral ficou em 1,1% no trimestre encerrado em abril.

Frente a abril de 2017, houve alta de 8,6%, décima segunda taxa positiva consecutiva, acumulando ganho de 7,4% no ano. O acumulado nos últimos doze meses (7%) mantém trajetória ascendente iniciada em julho de 2016 (-10,4%) foi o maior desde maio de 2013 (7,6%).