Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Qantas transporta todos os passageiros bloqueados e retoma a normalidade

Por Da Redação 1 nov 2011, 10h15

Sydney (Austrália), 1 nov (EFE).- A companhia aérea australiana Qantas afirmou nesta terça-feira que transportou para seus destinos os 80 mil passageiros que haviam ficado retido em aeroportos de todo o mundo no fim de semana pelos cancelamentos de voos por causa das greves.

‘Não há mais ninguém bloqueado no país e no exterior’, afirmou um porta-voz da companhia aérea à rede de televisão ‘Nine News’.

A operação foi realizada no dia seguinte após o órgão trabalhista da Austrália ter ordenado o fim da greve de pilotos internacionais, mecânicos e das equipes de terra da Qantas.

Além de ressarcir os afetados, a companhia aérea se reuniu nesta terça-feira com a Associação Australiana de Pilotos Internacionais e na quarta-feira irá negociar com a Associação Australiana de Engenheiros Diplomados de Aviões.

A direção da Qantas e o Sindicato de Trabalhadores do Transporte ainda não marcaram uma data para voltar à mesa de negociações.

O órgão de arbitragem concedeu 21 dias às partes para alcançarem um acordo, caso contrário, o próprio organismo ditará a resolução.

As greves na Qantas começaram há mais de nove meses e se agravaram em agosto quando a companhia apresentou um plano para reorganizar a unidade internacional demitindo 1 mil funcionários.

A companhia aérea tinha perdido na crise mais de US$ 100 milhões quando anunciou sua drástica decisão de paralisar os voos até que terminassem as ações trabalhistas.

A paralisação brusca de Qantas custou à indústria do turismo na Austrália cerca de US$ 85,7 milhões, sem contar o dano aos 80 mil passageiros afetados no mundo todo. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade