Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produção industrial caiu em 6 regiões em setembro

De acordo com o IBGE, os recuos mais acentuados foram no Rio de Janeiro (queda de 5,6%) e Pernambuco (contração de 2,2%)

A produção industrial recuou em seis dos catorze locais pesquisados na passagem de agosto para setembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira. Os recuos mais acentuados foram no Rio de Janeiro (queda de 5,6%) e Pernambuco (recuo de 2,2%).

Com os resultados de setembro, o Rio de Janeiro assinalou o segundo mês seguido de queda, acumulando no período perda de 7,7%. Já Pernambuco eliminou parte da expansão de 6,0% acumulada em julho e agosto. Em São Paulo, a produção caiu 0,7% em setembro ante agosto. Além disso, tiveram queda: Paraná (0,5%) e Ceará (0,4%), com resultados piores do que a média nacional, de recuo de 0,2% da atividade industrial no períod. Já região Nordeste ficou em linha com o resultado nacional, ao mostrar contração de 0,2% no mês.

Leia também:

Produção industrial recua 0,2% em setembro

Arrecadação baixa limita diálogo de Dilma com empresariado

Indústria corta empregos, mas custos se mantêm

Por outro lado, Rio Grande do Sul (3,5%), Santa Catarina (2,9%), Minas Gerais (1,8%) e Goiás (1,2%) tiveram as maiores altas no mês, enquanto Pará (0,8%), Amazonas (0,5%), Bahia (0,3%) e Espírito Santo (0,1%) obtiveram avanços mais moderados.

São Paulo – A produção industrial paulista, o maior parque fabril do país, recuou 6,9% em setembro ante igual mês de 2013. A queda foi mais intensa do que o registrado na média do país, de recuo de 2,1%, na comparação de setembro de 2013 com igual mês deste ano.

A redução da produção em São Paulo foi pressionada pelos setores de produtos alimentícios (açúcar cristal e VHP) e de veículos automotores, reboques e carrocerias (caminhões, caminhão-trator para reboques e semirreboques, automóveis e autopeças).

(com Estadão Conteúdo)