Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petróleo dispara e fecha com forte alta em NY e em Londres

Os preços dos contratos futuros de petróleo dispararam nesta terça-feira em Nova York e em Londres, beneficiando-se do otimismo dos mercados financeiros, que especulam sobre a aprovação de medidas mais enérgicas para enfrentar a crise da dívida que afeta a Eurozona.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (WTI, designação do “light sweet crude” negociado nos EUA) para entrega em novembro terminou cotado a 84,45 dólares, em alta de 4,21 dólares em relação à segunda-feira.

Na semana passada, os preços recuaram fortemente em Nova York, perdendo mais de oito dólares e retomando seus níveis mais baixos em mais de um mês. Após recuperar alguns centavos na segunda-feira, a commodity apresentou forte alta neste pregão.

No IntercontinentalExchange de Londres, o barril de Brent do mar do Norte con igual vencimento ganhou 3,20 dólares, a 107,14 dólares.

“O apetite por risco volta às matérias-primas”, disse o analista da Summit Energy, Matt Smith.

“O mercado está otimista sobre a determinação dos europeus em intensificar seus esforços para evitar um default da Grécia e um contágio da crise”, disse.

De acordo com especialistas, os mercados acionários europeus foram influenciados nesta terça-feira pela esperança de uma decisão política enérgica para enfrentar a crise e especulam principalmente sobre uma forte intervenção para fortalecer o fundo de emergência (FESF).

A chanceler alemã, Angela Merkel, recebeu o primeiro-ministro grego em Berlim e afirmou que quer “uma Grécia forte na Eurozona”.

Em sintonia com a Europa, Wall Street apresentava forte alta no final da sessão.

“O mercado de petróleo compartilha a crença de que um acordo na Eurozona está próximo de ser fechado”, disse o analista da MF Global, Phil Streible.

“Há muita especulação, mas não vi nada de realmente sólido”, afirmou.