Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras reduz projeção de produção para 2020

Empresa também diminuiu suas metas para 2016 e presidente admitiu que as metas estavam ousadas demais para a petrolífera

Após adotar um programa de metas mais ‘realista’, a Petrobras anunciou nesta segunda-feira a redução de suas projeções de produção para 2020 de 4,91 milhões de barris de petróleo diários para 4,2 milhões. O plano anterior previa ainda que a Petrobras chegaria em 2015 com uma produção diária de 3,07 milhões de barris de petróleo, a nova projeção aponta uma produção de 2,5 milhões de barris diários para 2016.

“Verificamos exatamente que nesses oito planos de negócios, não temos cumprido nossa meta de produção”, disse a presidente da companhia, Graça Foster, durante apresentação do plano de negócios da companhia. Ela admitiu que os planos de negócios estavam ousados demais e por isso a Petrobras trabalhará agora com metas mais realistas.

No ano passado, a Petrobras produziu 2,02 milhões de barris diários, contra 2,37 milhões de previsão inicial, que depois foi reduzida para 2,1 milhões e mesmo assim não foi cumprido. Entre 2012 e 2016, a Petrobras prevê investimentos de 236,5 bilhões de reais, com média de 47,3 bilhões de reais por ano, grande parte destinados às áreas de extração, produção e refino de hidrocarbonetos.

Na sexta-feira, a Petrobras e o Ministério da Fazenda anunciaram ações casadas em relação aos preços dos combustíveis. Enquanto a estatal informou os tão aguardados reajustes de 7,83% para a gasolina e 3,94% para o diesel vendidos nas refinarias, o ministério divulgou uma medida de renúncia fiscal. A Fazenda zerou as alíquotas da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) incidentes sobre a venda destes combustíveis.

(com agência EFE)