Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras anuncia venda de US$ 2,1 bi em ativos no Brasil e nos EUA

Operação faz parte do programa de desinvestimentos da estatal, previsto no plano de negócios 2013-2017

A Petrobras anunciou operações de venda de ativos de 2,1 bilhões de dólares. De acordo com fato relevante divulgado pela empresa na noite desta sexta-feira, “as operações representam um passo importante para a Petrobras, no âmbito do seu Programa de Desinvestimentos (Prodesin), previsto no Plano de Negócios e Gestão 2013-2017”. As decisões foram tomadas pelo Conselho de Administração da estatal, em reunião realizada durante a tarde.

A venda inclui ativos no Brasil e no Golfo do México, nos Estados Unidos. Entre as principais vendas, a estatal repassará 35% de sua participação no bloco BC-10, conhecido como Parque das Conchas, à chinesa Sinochem pelo valor de 1,54 bilhão de dólares. O Bloco BC-10 está localizado na Bacia de Campos, a cerca de 100 quilômetros do litoral sul do Espírito Santo, e tem como sócios a Shell, operadora com 50% de participação, e a asiática ONGC, com 15%.

Leia também:

Governo avalia pedido da Petrobras para reajustar combustíveis

Petrobras e Braskem terão de explicar balanços à CVM

Além disso, a estatal vai passar 100% das ações de emissão da Petroquímica Innova S.A. (Innova) para a Videolar S.A., pelo valor de 870 milhões de reais (372 milhões de dólares). Com a operação, os compradores assumem cerca de 23 milhões de reais em dívidas. A conclusão da transação está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

No Rio Grande do Norte, a empresa vai assinar contrato de compra e venda de 20% do capital votante da Companhia Energética Potiguar (CEP), com seu acionista controlador, Global Participações em Energia S.A, pelo valor total de 38 milhões de reais (aproximadamente 16 milhões de dólares).

Leia ainda:

Petrobras é condenada a pagar R$ 6 mi por vazamento

Estados Unidos – No Golfo do México, nos Estados Unidos, a Petrobras vai assinar acordo de farm-out (equivalente ao processo de venda parcial ou total dos direitos de concessão) referente à sua participação em dois blocos. A operação soma 185 milhões de dólares. A Petrobras possui 33% de participação no campo de Coulomb, sendo os demais 67% detidos pela operadora, Shell. No campo de Cottonwood, a Petrobras possui 100% de participação.

A estatal esclarece que todas as transações estão sujeitas à aprovação de autoridades brasileiras e internacionais.