Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Para 20%, Black Friday não acabou e chegada do 13º dá fôlego ao consumo

O 13º salário deve injetar 211,2 bilhões de reais na economia. Desse total, 74 bilhões de reais devem ser usados em compras

Por Fabiana Futema Atualizado em 27 nov 2018, 16h42 - Publicado em 27 nov 2018, 13h20

Um terço dos brasileiros não sabe quando acontece a Black Friday nem quando ela acaba. Isso é o que mostra levantamento realizado pelo Google em novembro. Inspirada na liquidação americana, a Black Friday acontece na sexta-feira após o Dia de Ação de Graças.

Enquanto 31% disseram que não sabem quanto tempo dura a Black Friday, outros 13% afirmaram que ocorria por uma semana. Para 5%, a liquidação durava um mês e outros 2% pensam que acontece por quinze dias.

O levantamento mostra que os consumidores também não sabem quando é exatamente o dia da Black Friday – apenas 34% acertaram ao responder que ela ocorre em 23 de novembro. Outros 33% disseram que não sabiam e 32% deram outras respostas.

Um dado importante para o comércio varejista é que cerca de 25% pretendem continuar comprando. A combinação dessa intenção com o pagamento da primeira parcela do 13º salário representa uma boa oportunidade de vendas.

O 13º salário deve injetar 211,2 bilhões de reais na economia. Desse total, 74 bilhões de reais devem ser usados em compras. Entre os produtos que devem ser comprados com esse dinheiro estão roupas e calçados (27%), móveis e artigos para casa (26%) e celulares (19%), computadores e videogames (15%)..

Levantamento da Cielo mostra que as vendas da Black Friday de 2018 cresceram 11% ante 2017. Considerando apenas as transações digitais, o aumento foi de 25%,2%, um recorde.

Os setores que mais se destacaram foram turismo e transporte (aumento de (40%), seguido por vestuário e artigos esportivos (24,4%) e cosméticos e higiene pessoal (17%).

Continua após a publicidade

Publicidade