Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PANORAMA1-Grécia segue sob os holofotes em sessão com IPCA-15

SÃO PAULO, 24 Jan (Reuters) – Divulgações importantes aparecem na agenda brasileira nesta terça-feira, como o IPCA-15 e o balanço de pagamentos do país, mas o radar deve permanecer voltado para o cenário internacional, onde a rejeição à oferta para reestruturação da dívida da Grécia minava o apetite a risco no negócios.

Os ministros das Finanças da zona do euro acharam o cupom de 4 por cento exigido pelos credores privados elevado, enquanto estes consideram que essa taxa é o mínimo que eles podem aceitar considerando o corte no valor nominal das obrigações. [ID: nL2E8CNIEJ]. A esperança de um acordo permanece, mas o entusiasmo inicial perdia fôlego.

Às 7h30, o índice europeu FTSEurofirst 300 recuava 0,64 por cento, enquanto o euro recuperava-se de perdas iniciais, com variação positiva de 0,07 por cento, a 1,3036 dólar, ajudado por dados melhores sobre a atividade manufatureira e de serviços na zona do euro, particularmente na Alemanha. [ID: nL2E8CO0RZ] [ID: nL2E8CO0RR]

O futuro do norte-americano S&P 500 perdia 0,26 por cento – 3,40 pontos. Em uma sessão fraca de dados econômicos nos Estados Unidos, o Federal Reserve dá início nesta jornada à reunião de dois dias de política monetária, com o resultado previsto para quarta-feira, enquanto a safra de balanços traz os resultados de DuPont, Johnson & Jonhson, Mc Donald’s, Apple, Yahoo, AMD e Verizon.

O MSCI para ações globais cedia 0,24 por cento e para emergentes < .MSCIEF>, 0,06 por cento. O MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão < .MIAPJ0000PUS> operava estável. Em Tóquio, o Nikkeifechou em alta de 0,22 por cento. Em relação ao iene, o dólar subia 0,27 por cento, a 77,23 ienes.

O banco central do Japão (BoJ) estimou nesta terça-feira que a economia vai se contrair no ano fiscal corrente, mas manteve a política monetária estável. [ID: nL2E8CO0RD]

O índice da bolsa de Xangai não operou por feriado no país. O índice DXY, que mede o valor do dólar ante uma cesta com as principais divisas globais, oscilava ao redor da estabilidade.

No caso das commodities, o petróleo do tipo Brent caía 0,20 por cento em Londres, a 110,36 dólares, enquanto o barril negociado nas operações eletrônicas em Nova York registrava variação negativa de 0,03 por cento, a 99,55 dólares.

Veja a agenda com os principais indicadores desta terça-feira [ID: nL2E8CO0QU]

Veja como ficaram os principais mercados financeiros na segunda-feira:

CÂMBIO

O dólar fechou a 1,7522 real, em queda de 0,40 por cento frente ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa subiu 0,12 por cento, para 62.386 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,05 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS

Às 18h16, o índice dos principais ADRs brasileiros subia 0,42 por cento, a 32.948 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

No call das 16h, o DI janeiro de 2013 estava em 9,860 por cento ao ano, ante 9,820 por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a 1,3024 dólar, ante 1,2937 dólar no fechamento anterior nas operações norte-americanas.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 132,188 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,648 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil caía 4 pontos, para 209 pontos-básicos. O EMBI+ cedia 7 pontos, a 358 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones caía 0,01 por cento, a 12.718 pontos, o S&P 500 tinha alta de 0,10 por cento, a 1.316 pontos, e o Nasdaq perdia 0,08 por cento, aos 2.784 pontos.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo mais curto fechou em alta de 1,25 dólar, ou 1,27 por cento, a 99,58 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía, oferecendo rendimento de 2,0653 por cento, frente a 2,025 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código )

(Por Paula Laier; Edição de Vivian Pereira)