Clique e assine a partir de 9,90/mês

Outubro registra maior saída de dólares do ano

De acordo com o BC, a diferença entre a entrada e saída de dólares do país ficou negativa em US$ 6,2 bi no mês passado

Por Da Redação - 6 nov 2013, 15h04

O fluxo cambial, que leva em conta a diferença entre a entrada e a saída de moeda estrangeira no país, fechou outubro com saldo negativo de 6,2 bilhões de dólares, o pior resultado mensal do ano, segundo informou o Banco Central nesta quarta-feira.

No ano, até 1º de novembro, o fluxo cambial no Brasil acumula déficit de 5,361 bilhões de dólares. Em outubro, a conta financeira fechou com saldo negativo de 5,137 bilhões de dólares. No primeiro dia de novembro, a entrada líquida nessa conta somou 336 milhões de dólares.

Leia também:

Fluxo cambial fica negativo em US$ 2,058 bi em setembro

Continua após a publicidade

Suíça investiga esquema global de manipulação cambial

Já a conta comercial encerrou o mês passado com saídas líquidas de 1,063 bilhão de dólares. No primeiro dia de novembro, houve superávit de 324 milhões de dólares, segundo o BC.

A autoridade monetária informou ainda que a posição cambial dos bancos fechou outubro vendida (aposta na alta do dólar) em 12,289 bilhões de dólares, o que explica parte da retomada da alta da moeda americana nos últimos dias.

Apesar do saldo negativo do mês passado, o país começou novembro no azul, com entradas líquidas de 660 milhões de dólares no dia 1º, com saldo positivo tanto na conta financeira – por onde passam os investimentos estrangeiros diretos, em portfólio, entre outros – quanto na comercial.

Continua após a publicidade

(com agência Reuters)

Publicidade