Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Oswaldo Pedrosa comandará a Pré-Sal Petróleo

Marco Antonio Martins Almeida também foi nomeado presidente do Conselho da PPSA, ao lado de Pedrosa, Magda Chambriard (ANP) e o ministro dos Portos, Antonio Henrique Pinheiro Silveira

Por Da Redação 7 nov 2013, 12h23

A presidente Dilma Rousseff e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmaram a nomeação do engenheiro Oswaldo Pedrosa para a presidência da Pré-Sal Petróleo (PPSA), estatal que irá administrar e fiscalizar a exploração de petróleo do pré-sal no regime de partilha. Pedrosa, que havia sido indicado ao cargo em outubro, era gerente executivo da petroleira HRT. O decreto de nomeação de Pedrosa está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira.

Leia mais:

Investimentos no pré-sal dependem do caixa futuro da Petrobras

Graça diz que Petrobras tem caixa para pagar bônus de Libra

O DOU também traz a nomeação de membros do Conselho de Administração da PPSA. O colegiado será presidido pelo secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Marco Antonio Martins Almeida. Também fazem parte do conselho a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard; o ministro de Portos, Antonio Henrique Pinheiro Silveira; e o próprio presidente da PPSA, Oswaldo Pedrosa. Todos terão mandato de quatro anos, exceto Pedrosa, que ficará no cargo por três anos.

Ainda foram nomeados três diretores da empresa: Antonio Claudio Pereira da Silva para Administração, Controle e Finanças; Edson Yoshihito Nakagawa para Gestão de Contratos; e Renato Marcos Darros de Matos para a Diretoria Técnica e de Fiscalização. Segundo o governo, os três dirigentes já trabalharam na Petrobras e agora vêm do setor privado. Eles terão mandato de três anos.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade