Clique e assine a partir de 8,90/mês

Moro e Skaf assinam acordo para combate a crimes contra indústria

Ministério da Justiça e Fiesp firmaram cooperação técnica para reduzir práticas criminosas que afetam indústrias, como delitos cibernéticos

Por Estadão Conteúdo - 15 out 2019, 00h53

O Ministério da Justiça e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) assinaram, nesta segunda-feira 14, um acordo de cooperação técnica para estudar alguns modelos de combate à criminalidade que afeta a indústria, como no âmbito dos crimes cibernéticos, por exemplo. O acordo foi assinado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, e pelo presidente da entidade, Paulo Skaf.

“Nossa compreensão é que o setor público ganha muito aliado ao setor privado. A Fiesp é uma entidade importante que congrega as indústrias de São Paulo e nós entendemos que podemos fazer uma espécie de acordo e de aliança, de cooperação técnica num primeiro momento através do qual podemos pensar alguns modelos”, disse Moro.

Uma preocupação muito grande atualmente, segundo Moro, é com relação aos crimes cibernéticos, o que exige recursos financeiros que muitas vezes o poder público tem dificuldade em providenciar.

“Então, a ideia é criar um modelo em que o setor privado possa colaborar com recursos financeiros e humanos e trocarmos orientações para que possamos otimizar pesquisas para prevenir crimes cibernéticos e contra a propriedade intelectual”, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade