Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ministros da UE não chegam a acordo sobre supervisão bancária

De acordo com o ministro das finanças do Chipre, que presidiu a reunião, ministros têm boa vontade para chegar a um acordo

Por Da Redação 4 dez 2012, 10h45

Os ministros das Finanças da União Europeia não conseguiram alcançar nesta terça-feira um acordo sobre um novo sistema de supervisão bancária na Europa, liderado pelo Banco Central Europeu. Com a indeceisão, as autoridades concordaram em se encontrar no dia 12 de dezembro para continuar com as negociações, disse o ministro das Finanças de Chipre, Vassos Shiarly.

“Apesar dos desacordos, há boa vontade suficiente para fazer isso”, disse Shiarly, que presidiu a reunião de ministros e afirmou a seus companheiros, em declarações difundidas publicamente.

O impasse sobre o acordo já havia sido adiantado por algumas fontes. “Não haverá um acordo hoje. Eles vão se reunir de novo em 12 de dezembro antes da cúpula”, disse uma fonte, falando sob condição de anonimato e referindo-se à cúpula de líderes da UE em Bruxelas em 13 e 14 de dezembro.

Segundo fontes, os ministros se reuniram em Bruxelas na terça-feira para finalizar os planos visando a colocar o Banco Central Europeu (BCE) a cargo da supervisão de bancos, na tentativa de cumprir uma promessa de finalizar a estrutura legal para união bancária até o final do ano.

Leia também:

Ministros divergem sobre supervisor bancário europeu

BCE não pode ter última palavra em supervisão bancária, diz Shaeuble

(com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade