Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mercados da Ásia sobem à espera do BCE

Apesar da incerteza quanto às ações do Banco Central Europeu, principais Bolsas tiveram alta

Por Da Redação - 21 ago 2012, 07h47

As ações do mercado asiático avançaram nesta terça-feira, à medida que os investidores se prendiam a esperanças de que o Banco Central Europeu (BCE) pode diminuir os custos de empréstimo e ajudar a restaurar a confiança na zona do euro, mesmo com autoridades negando uma notícia sobre a estratégia do BCE para comprar títulos.

Às 7h33 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,66%, aproximando-se da máxima de três meses atingida no começo deste mês, enquanto índice Nikkei do Japão teve ligeira queda de 0,16%, depois de atingir o maior nível em três meses na segunda-feira.

O BCE afirmou na segunda-feira que era errado falar sobre decisões que ainda não haviam sido tomadas, negando uma notícia publicada no final de semana informando que o banco estava considerando estabelecer metas de taxas para qualquer compra de títulos de países em dificuldade da zona do euro, ou seja, que a autoridade monetária compraria tais títulos se as taxas de juros ultrapassassem um certo prêmio em relação aos títulos da Alemanha.

“A atual estranha calmaria reflete que os mercados estão numa transição de terem reagido negativamente ao que havia sido decidido no passado e esperando pelo próximo evento para decidir para qual direção ir”, afirmou o presidente-executivo do Fukoku Capital Management, Yuuki Sakurai.

Continua após a publicidade

“Embora a situação na Europa não tenha mudado drasticamente, nós não tivemos recentemente notícias tão ruins como no passado”, disse ele. “Não é um momento de apetite por risco, mas também não é de aversão. Os mercados estão vendo luzes amarelas piscando, mas sem ficarem vermelhas ainda.”

A bolsa de Cingapura teve alta de 0,12%; Taiwan avançou 1,01%, enquanto Hong Kong ficou praticamente estável, com oscilação negativa de 0,02%. O índice referencial de Xangai ganhou 0,54% e Sydney expandiu 0,44%.

(Com agência Reuters)

Publicidade