Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maioria das empresas globais pretende crescer nas economias emergentes

Davos (Suíça) 25 jan (EFE).- A maioria das empresas globais pretende aumentar seu crescimento nas economias emergentes, mas não tem capacidade para concorrer nestes mercados.

Esta é a conclusão a que chegou uma pesquisa que a empresa de consultoria americana Accenture fez com 588 líderes empresariais de 85 países e publicou no Fórum Econômico de Davos.

No total, 80% dos empresários consultados disseram que o principal foco de suas empresas para crescer está nas economias emergentes.

No entanto, 73% deles consideram que devem acelerar seus esforços para criar suficiente fração de mercado nestas regiões de alto rendimento.

O relatório também analisa a diversidade das taxas de crescimento da renda das famílias em várias economias e sugere que existem oportunidades significativas em mercados que frequentemente são pouco observados pelas multinacionais.

Além disso, o relatório recomenda às empresas investir em técnicas avançadas para prever mudanças rápidas no poder aquisitivo e nas tendências de consumo nestes locais.

A Accenture também analisa a renda futura das famílias em 64 economias. A empresa concluiu que 87% das novas 124 milhões famílias que passarão a fazer parte da economia mundial até 2020 estarão em economias emergentes e representarão ao menos US$ 8,5 trilhões de renda adicionais. EFE