Clique e assine a partir de 9,90/mês

Maioria das bolsas fecha em queda na Europa

Por Da Redação - 9 jul 2012, 18h42

Por Renan Carreira

Londres – A maioria das bolsas europeias fechou em queda nesta segunda-feira, com os investidores aguardando com nervosismo os resultados de uma reunião dos ministros das Finanças da zona do euro (Eurogrupo), que ocorre hoje em Bruxelas, enquanto as ações de companhias de matérias-primas caíram após novos dados vindos da China acrescentarem preocupações sobre o crescimento global.

O índice Stoxx Europe 600 fechou a sessão com queda de 0,37%, aos 253,46 pontos. O indicador recuou 1% na semana passada, puxado em parte por temores sobre o crescimento global. Novos dados mostraram que houve redução na inflação na China no mês passado, um sinal de que a demanda esfriou.

Os papéis da BP caíram 1%, enquanto as ações do espanhol Banco Santander recuaram 1,7%. O índice Ibex-35 da Bolsa de Madri fechou em baixa de 0,75%, aos 6.688,30 pontos, pressionado pelo fato de que hoje o yield (taxa de retorno ao investidor) dos bônus de 10 anos da Espanha passou do patamar sensível de 7%, a partir do qual Portugal, Irlanda e Grécia foram forçados a pedir resgate externo. BBVA teve perda de 1,4%.

Continua após a publicidade

“O atual ambiente frágil, combinado com o desapontamento dos investidores com a falta de qualquer sinal de eventuais medidas do Banco Central Europeu (BCE) na semana passada, deixaram os mercados soberanos periféricos vulneráveis”, escreveram hoje, em nota, analistas do Goldman Sachs. O presidente do BCE, Mario Draghi, afirmou a um comitê do Parlamento europeu que os líderes da zona do euro devem buscar uma integração mais profunda.

A China divulgou que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) recuou 2,1% em junho na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Na comparação com maio, o PPI recuou 0,7%. A média prevista por 10 economistas consultados pela Dow Jones apontava o mesmo recuo, de 2,1%.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em baixa de 0,62%, aos 5.627,33 pontos. Royal Dutch Shell caiu 1,75%, BG Group recuou 1%, Xstrata teve perda de 2,2% e Anglo American registrou queda de 2,9%. O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, terminou a sessão com baixa de 0,38%, aos 3.156,80 pontos. LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton caiu 1,7%. Por outro lado, Vivendi subiu 2%. Em Frankfurt, o índice DAX recuou de 0,35%, aos 6.387,57 pontos. ThyssenKrupp subiu 2,2%.

Do lado positivo, o índice PSI-20, da Bolsa de Lisboa, terminou a sessão com ganho de 0,27%, aos 4.752,19 pontos. Em Milão, o índice FTSE MIB teve avanço de 0,59%, para 13.812,65 pontos. As informações são da Dow Jones.

Publicidade