Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lendário hotel Waldorf Astoria fechará as portas indefinidamente

Local que hospedou todos os presidentes americanos desde a década de 30 entrará em reforma em 28 de fevereiro para que quartos virem apartamentos de luxo

O Waldorf Astoria, um ícone da hotelaria de Nova York, fechará as portas no dia 28 de fevereiro – e sem prazo previsto para reabertura. A medida será tomada para que 1.100 de seus 1.413 quartos sejam transformados em apartamentos de luxo.

Inaugurado em 1931, quando foi considerado o maior hotel do mundo, com seus 47 andares e mais de 1.400 quartos, o Waldorf Astoria hospedou todos os presidentes americanos desde a gestão de Herbert Hoover, que deixou a Casa Branca em 1933. Ao longo desses mais de oitenta anos, estrelas do quilate de Sophia Loren, Elizabeth Taylor e Frank Sinatra, em algum momento, fizeram do hotel não apenas um local de estadia temporária, mas sua residência.

A seguradora chinesa Anbang Insurance comprou o Waldorf Astoria em 2014 por 1,95 bilhão de dólares. No ano passado, a empresa anunciou o plano de transformar boa parte dos quartos em apartamentos residenciais. Agora, a data de fechamento ao público está definida.

Além de receber estrelas e inúmeros presidentes ao longo dos anos, o hotel foi “personagem” importante em várias produções cinematográficas de relevo. A lista inclui filmes como O Grande Gatsby (1974), O Poderoso Chefão – parte 3 (1990) e Perfume de Mulher (1992).

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Micky Oliver

    UM ÍCONE AMERICANO NAS MÃOS DE COMUNISTAS CHINESES!

    Curtir

  2. Grana grana grana, a ambição pelo poder joga no lixo a memoria do passado, é a chineZada fazendo estrago nos EUA sem usar armas, kkk…1,95 bilhão pagou, vão vender cada ap na média por 5milhões x 1.413 não foi um mau negocio…

    Curtir

  3. É o comunismo chegando ao capitalismo… ops, melhor dizendo, nem o comunismo resiste ao capitalismo!

    Curtir

  4. Aloisio Barros

    E depois o comunismo não liga pra essas coisas…vá entender os vermelhos.

    Curtir