Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Justiça francesa ordena apreensão dos bens de Bernard Tapie

Ele é acusado de organizar um processo de fraude que também envolve a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde

Por Da Redação 10 jul 2013, 10h08

A justiça francesa ordenou a apreensão dos bens do empresário Bernard Tapie, indiciado por fraude em um caso de arbitragem que envolve a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, informou uma fonte judicial. De acordo com o jornal Le Monde, os juízes consideram que Tapie foi “o principal beneficiário das quantias distribuídas ao fim de um processo de fraude no qual ele é um dos organizadores.

O empresário francês foi indiciado por fraude e formação de quadrilha no caso da polêmica arbitragem judicial de seu litígio com o banco Crédit Lyonnais, pelo qual recebeu mais de 403 milhões de euros em indenizações do estado há cinco anos. O caso refere-se à venda, em 1993, da Adidas, que ele tinha adquirido três anos antes.

Leia mais:

Promotoria de Paris investiga Lagarde por abuso de autoridade

Ex-assessor de Lagarde é colocado em prisão preventiva

prisão preventiva

Continua após a publicidade
Publicidade