Clique e assine a partir de 9,90/mês

Japão proporá orçamento suplementar de US$ 143,3 bi

Por Da Redação - 14 set 2011, 13h15

Por Ricardo Gozzi

Nova York – O governo do Japão planeja apresentar um terceiro orçamento suplementar para o ano fiscal de 2011 com o objetivo de financiar os trabalhos de reconstrução das áreas destruídas pelo terremoto seguido de tsunami de 11 de março e também para atenuar o impacto negativo do iene forte sobre a economia japonesa. As informações são da agência de notícias Kyodo News com base em fontes no governo. O orçamento suplementar totalizaria 11 trilhões de ienes (quantia equivalente a US$ 143,4 bilhões), dos quais 8 trilhões de ienes (US$ 104,3 bilhões) seriam usados nos esforços de reconstrução e em medidas para aliviar os efeitos da valorização da moeda japonesa a níveis históricos, detalha a Kyodo.

Outros 2,5 trilhões de ienes (US$ 32,6 bilhões) deverão ser depositados na forma de contribuição do governo à previdência social, já que o dinheiro originalmente reservado para tal finalidade no ano fiscal acabou sendo usado na reconstrução das áreas afetadas pela catástrofe de março. O restante do dinheiro seria direcionado, entre outras coisas, na cobertura das indenizações a pessoas que contraíram hepatite B por conta da reutilização de agulhas em campanhas de vacinação do governo.

O governo japonês deve decidir ainda nesta semana as linhas gerais da proposta de orçamento suplementar. A expectativa é de que ele esteja pronto até o fim de setembro e seja colocado em debate na Dieta (Parlamento) em meados de outubro, informam as fontes. Para financiar o orçamento suplementar, o governo pretende emitir bônus de reconstrução e elevar provisoriamente alguns impostos e tarifas. As informações são da Dow Jones.

Publicidade