Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

IR 2019: Veja como é possível deduzir despesas médicas de terceiros

Gasto com plano de saúde do cônjuge pode ser deduzido mesmo que as declarações sejam separadas. Tem dúvidas sobre IR? VEJA responde

Por Larissa Quintino Atualizado em 3 abr 2019, 14h23 - Publicado em 3 abr 2019, 09h29

As regras sobre o que vale e o que não vale como despesa médica para dedução no Imposto de Renda gera dúvida em muita gente. Tanto que o assunto é um dos campeões de malha fina: no ano passado, 163.594 declarações ficaram retidas por causa de erros nesse quesito. 

Para ajudar na hora do preenchimento da declaração, VEJA responde perguntas sobre o Imposto de Renda 2019 em parceria com a Sage Brasil. A dúvida pode ser enviada pelo Instagram. Nos destaques dos stories, procure a aba “Imposto de Renda”.

O prazo final para acertar as contas com o Leão é no dia 30 de abril. A expectativa da Receita Federal é receber 30,5 milhões de informes. Até dia 1º, 8 milhões de declarações já haviam sido enviadas.

Pago o plano de saúde do meu marido, mas ele não é meu dependente. Como declarar? @camila.lajarin

Na hipótese de o casal apresentar a declaração em separado, são dedutíveis as despesas médicas ou com plano de saúde relativas ao tratamento do declarante e de dependentes incluídos na declaração, cujo ônus financeiro tenha sido suportado por um terceiro, se este for integrante da entidade familiar, não havendo, nesse caso, a necessidade de comprovação do ônus.

Desse modo, por fazerem parte de uma “entidade familiar”, a Receita Federal permite que os cônjuges que declarem em separado possam incluir na própria declaração as despesas médicas que o companheiro tenha pagado em benefício do outro.

Paguei despesas médicas no valor de 100 mil reais para a minha mãe, que não é minha dependente. Como faço para declarar e receber a restituição? @cadreis

Como a sua mãe não é sua dependente, não é possível deduzir as despesas médicas dela na sua declaração. A despesa médica poderá ser deduzida na declaração de um dos cônjuges, se a entrega for em separado, ou na do casal, se a entrega for em conjunto.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês