Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inflação em um ano é a menor desde 1999, diz IBGE

O IPCA registrou alta de 2,71% no período de um ano terminado em julho

A inflação acumulada no período de doze meses até é a menor desde 1999, segundo dados do IBGE divulgados nesta quarta-feira. O IPCA registrou alta de 2,71% no período de um ano terminado em julho. Os preços no mês subiram 0,24%, após terem registrado queda de 0,23% em junho.

Com o resultado, o patamar da inflação fica abaixo do limite inferior da meta do ano estabelecida pelo governo. O centro da meta perseguida pelo Banco Central é de 4,5%. Mas com a margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual. é aceitável que o aumento dos preços fique entre 3% e 6%. A queda da inflação tem sido um dos fatores que leva o Copom, órgão do BC, a reduzir a taxa básica de juros (Selic).

No mês de julho, a principal influência foi das despesas com alimentação e bebidas. O grupo responde por um quarto do gasto das famílias brasileiras, e teve queda de de 0,47%, o terceiro mês consecutivo.

As principais contribuições para alta dos preços foram no grupo habitação (1,64%) e transportes (0,34%). O primeiro grupo foi puxado pelo aumento no preço da energia elétrica (6%). “Isso ocorreu devido à entrada em vigor da bandeira tarifária amarela, a partir de 01 de julho, representando uma cobrança adicional de 2 reais a cada 100 Kwh consumidos”, diz o IBGE em nota.

O segundo grupo foi influenciado principalmente pelo aumento no imposto do PIS e Cofins sobre os combustíveis, cujos preços subiram 0,92% no mês. “O litro do etanol ficou, em média, 0,73% mais caro. Já a gasolina apresentou variação de 1,06%”, avalia o IBGE.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Delcinir Esperandio

    Mentira descalibrada, acredite quem quiser, aqui vale tudo.

    Curtir

  2. Felipe Scherer

    Será que o pessoal do IBGE não vai no mercado, não pega ônibus, não compra roupa… Os preços podem até estar subindo menos, mas menor inflação desde 1999?

    Curtir

  3. Ataíde Jorge de Oliveira

    EcoNoMiXTAxxx 😮
    Çempr@@Çertando!
    NO_PAççAdO;ONTEM
    ,antes! — ANTESd’ONTEM

    Curtir

  4. Normal, ninguém está comprando nada mesmo, exceto coisas básicas para sobreviver.

    Curtir