Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Indústria deve frear alta do PIB em 2012, diz Focus

Por Da Redação 11 jun 2012, 10h16

Por Fernando Nakagawa

São Paulo – Uma das principais causas do pessimismo com o crescimento da economia em 2012 é a indústria, segundo a pesquisa Focus desta segunda-feira, divulgada pelo Banco Central (BC). Entre os analistas ouvidos, a estimativa de crescimento do setor em 2012 caiu de 1,15% para 1%. Para 2013, economistas preveem recuperação, mas ainda assim a estimativa de avanço industrial piorou de 4,25% para 4,20%. Um mês antes, a pesquisa apontava cenário com crescimento industrial de 1,94% neste ano e de 3,95% no próximo ano.

Analistas mantiveram ainda a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2012 em 35,85%. Para 2013, a projeção seguiu em 34,25%. Há quatro semanas, as projeções estavam em, respectivamente, 36% e 34,6% do PIB para cada um dos dois anos.

Nesta segunda-feira, o mercado financeiro reduziu pela quinta semana consecutiva a aposta de crescimento da economia brasileira em 2012 e já prevê que a expansão neste ano será menor do que a observada em 2011. Tanto pessimismo começa a contaminar o cenário para 2013 e as estimativas para o próximo ano também pioraram.

A previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 2012 recuou de 2,72% para 2,53%. A nova previsão, portanto, é de que a economia crescerá menos que os 2,7% do ano passado. Quatro semanas atrás, a projeção era maior, de crescimento de 3,20%. Também piorou a previsão para 2013. De acordo com a pesquisa, a estimativa de expansão recuou de 4,50% para 4,30%. Com isso, a expectativa voltou ao mesmo patamar visto um mês atrás, quando estava em idênticos 4,30%.

Continua após a publicidade
Publicidade