Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Importadora de combustível pede no STF mesma subvenção dada à Petrobras

BCI quer receber a subvenção econômica de R$ 0,30 por litro de diesel e diz que incentivo dado à estatal fere a livre concorrência

Por Reuters Atualizado em 6 jun 2018, 18h28 - Publicado em 6 jun 2018, 16h54

A Brasil China Importadora e Distribuidora (BCI) entrou nesta quarta-feira 6 com mandado de segurança com pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para ter a mesma subvenção assegurada à Petrobras pelo governo que permitiu à estatal uma redução de preços na refinaria, em um movimento para acabar com os bloqueios de caminhoneiros nas estradas.

A BCI quer receber a subvenção econômica, de 30 centavos por litro de diesel, e ressaltou no pedido ao STF que o subsídio do governo à Petrobras fere a livre concorrência.

A empresa pediu ainda que a Justiça determine a retirada do benefício da Petrobras, no caso de não receber a mesma subvenção da estatal.

A BCI argumentou que, por não contar com o mesmo incentivo dado à Petrobras, “vem sendo forçada a competir com empresa estatal que goza de subsídio exclusivo pago pelos cofres públicos”.

“Ao conceder o subsídio de 10% apenas à Petrobras e por compensar-lhe pela prática dos preços abaixo dos preços praticados no mercado internacional, deixa as empresas importadoras de combustíveis em desvantagem, com preço de revenda necessariamente maior”, afirmou a BCI no pedido.

O incentivo do governo à Petrobras foi dado com o intuito de interromper a greve dos caminhoneiros, que durou onze dias e levou ao desabastecimento de combustíveis e alimentos em todo o país.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)