Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Petrobras vai colaborar com ‘diálogo’ sobre preço de combustíveis

ANP vai abrir uma consulta pública, de 11 de junho a 2 de julho, para saber a opinião da população sobre periodicidade de reajuste de combustíveis

Por Redação 5 jun 2018, 20h23

A Petrobras informou que vai colaborar com as discussões lideradas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre a periodicidade do reajuste dos combustíveis. A diretoria da ANP informou que vai abrir uma consulta pública, de 11 de junho a 2 de julho, para saber a opinião da população sobre o tema.

Em nota, a Petrobras afirma que ‘um diálogo que permita a formação de preços alinhada às condições de mercado e maior previsibilidade, como proposto pela ANP, pode resultar em maior competição ao mesmo tempo em que mantém a liberdade para formação de preços da Petrobras e demais atores do setor de óleo e gás’.

A ANP nega que vai interferir na política de preços de combustíveis da Petrobras. A política atual da Petrobras, baseada na cotação do dólar e no preço do barril de petróleo no mercado internacional, prevê repasses de reajustes diários. Implantada na gestão de Pedro Parente, que pediu demissão na sexta-feira após o fim da greve dos caminhoneiros, esse sistema de reajuste foi alvo de críticas dentro e fora do governo.

“Quero reafirmar que a ANP não vai interferir na liberdade de formação dos preços dos combustíveis, que é livre de acordo com a legislação brasileira. Está apenas abrindo uma consulta pública que vai subsidiar a elaboração de uma resolução que tratará da periodicidade do repasse dos ajustes de preço ao consumidor, afirmou o diretor-geral da ANP, Décio Oddone.

Nos últimos dias, membros do governo negaram a intenção de alterar a política de repasses de reajuste da Petrobras. Mas admitiram que havia a intenção de ampliar o intervalo dos repasses, a exemplo do que foi feito com o diesel. Para encerrar a greve dos caminhoneiros, o governo concordou em ampliar para 60 dias o intervalo de reajuste de preço do diesel.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)