Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ibovespa alcança 56 mil pontos em dia de volume fraco

Por Ana Luísa Westphalen

São Paulo – Em um pregão esvaziado de negócios por conta do feriado em comemoração ao Dia da Independência, nos Estados Unidos, a Bovespa conseguiu segurar uma leve alta e alcançar o patamar dos 56 mil pontos. Com a agenda de indicadores também fraca, os poucos investidores aproveitaram para correr atrás de pechinchas, enquanto aguardam a divulgação de dados importantes previstos para quinta-feira, como as decisões sobre as taxas de juros do Banco Central Europeu e do Banco Central da Inglaterra (BoE, em inglês). O giro financeiro somou apenas R$ 3,752 bilhões, o segundo pior do ano, apenas atrás de 28 de maio (R$ 3,145 bilhões).

Após operar no azul durante toda a tarde, o Ibovespa encerrou a sessão desta quarta-feira em alta de 0,53%, aos 56.076,82 pontos. Na mínima, o índice recuou 0,53%, aos 55.485 pontos, enquanto, na máxima, alcançou os 56.322 pontos, com valorização de 0,97%. No mês de julho, o principal índice da Bolsa acumula ganho de 3,17%, mas, no ano, ainda perde 1,19%.

Esta foi a quarta alta consecutiva. A última vez em que a Bolsa teve uma sequência longa de valorização foi entre o fim de janeiro e o início de fevereiro, quando marcou cinco sessões seguidas no azul.

As ações que se destacaram são aquelas que já foram muito castigadas pelo mercado nas últimas semanas, e estão com um preço considerado barato. “Por já terem sido muito penalizadas, essas ações despertam ímpeto de compra, mas não quer dizer necessariamente que estejam indo bem ou que tiveram alguma mudança fundamental”, observou o analista da Empiricus Research Rodolfo Amstalden.

A B2W figurou entre as principais altas do índice no pregão, ao subir 4,54%. Para se ter uma ideia, os papéis da companhia acumulam perda de mais de 23% no ano. A empresa também se beneficia de rumores de que a concorrente Amazon pode atrasar o início de suas entregas físicas no Brasil.

Também apresentaram valorização expressiva a Oi (4,55%), Braskem (4,54%), MMX (3,90%) e Usiminas (3,25%). A OGX, que chegou a cair 25% em um único dia na semana passada, avançou 2,95% na sessão desta quarta-feira.

Entre as blue chips, as ações ON da Petrobras recuaram 0,46% e as PN, 0,21%, acompanhando os contratos futuros de petróleo negociados na plataforma ICE, em Londres, que recuaram 0,90%, fechando a US$ 99,77 o barril. Cabe lembrar que o pregão tradicional da New York Mercantile Exchange (Nymex) esteve fechado por conta do feriado. Já os papéis ON da Vale subiram 0,61%, enquanto os PNA avançaram 0,38%.