Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasto de brasileiro no exterior bate recorde: US$ 2,29 bi

Turistas do país gastaram em janeiro 14,6% mais do que no mesmo período do ano passado, segundo o BC. Já estrangeiros gastaram US$ 695 mi por aqui

Em 2012, os brasileiros gastaram como nunca no exterior: 22,2 bilhões de dólares. E, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Central, os turistas do país continuam a bater recorde de gastos em viagens internacionais: em janeiro, os brasileiros deixaram 2,29 bilhões de dólares no exterior – uma alta de 14,6% em relação ao ano passado e o maior valor já desembolsado em um mês, segundo o BC.

O aumento dos gastos acontece mesmo diante de uma valorização do dólar em relação ao real e da desaceleração da economia brasileira, mas explica-se sobretudo por dois fatores: o baixo nível de desemprego e o crescimento da renda, que contribuem para o turismo no exterior.

Já os estrangeiros, que seriam beneficiados com o dólar mais barato, vivem uma situação oposta à do brasileiro, principalmente com relação à renda e ao emprego. Por esse motivo, os gastos de turistas internacionais por aqui foram 1,6 bilhão de dólares inferior ao dos brasileiros no exterior – 695 milhões de dólares em janeiro. Ainda assim, o número representa alta de 4,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Desde o final de 2012 o governo tenta equilibrar a desvalorização do real, que chegou a ser cotado a 2,10 reais para cada 1 dólar. Em fevereiro, a preocupação com a inflação começou a levantar suspeitas entre investidores de que o BC poderá agir para desvalorizar o dólar. No dia 14, a moeda americana fechou no menor patamar desde de maio de 2012, a 1,959 real.

No dia seguinte, o ministro da Fazenda, Guido Mantega voltou a insistir – ainda que poucos acreditem – que o governo não tem uma meta para a cotação do real em relação ao dólar, mesmo depois de todas as intervenções do Banco Central ocorridas desde o final de dezembro para fazer com que o valor da moeda americana cedesse.

Leia ainda: Número de turistas em viagem pelo mundo chega a 1 bilhão

Turistas brasileiros em NY crescem 447% em seis anos

Turismo desacelera na América do Sul, diz OMT

Déficit – Na mesma nota, o BC anunciou que o déficit em transações correntes foi de 11,371 bilhões de dólares em janeiro. Economistas previam saldo negativo de 9,6 bilhões de dólares no mês passado. O saldo negativo acumulado nos últimos doze meses foi de 58,6 bilhões de dólares, o equivalente a 2,58% do Produto Interno Bruto (PIB).

O BC informou ainda que os investimentos estrangeiros diretos no país somaram 3,703 bilhões de dólares no mês passado, abaixo do previsto por analistas consultados pela Reuters, cuja mediana somou 4,5 bilhões de dólares.

(com agência Reuters)